Terraço do dúplex no Rio tem gramado e vista para o mar

Depois da reforma, o terraço na cobertura do prédio ganhou uma sala de estar integrada ao deck de madeira e um belo gramado, que serve como telhado verde

Por Reportagem Simone Raitzik (visual e texto) | Design Júlia Blumenschein | Fotos Juliano Colodeti/MCA Estúdio Atualizado em 21 dez 2016, 00h34 - Publicado em 26 abr 2012, 19h52

Logo que surgiu a possibilidade de construir uma sala de estar (37 m²) no terraço desta cobertura na zona sul carioca, a proprietária se empenhou em pesquisar ideias que tornassem o espaço especialmente convidativo e integrado. “Sabia que podia ser um lugar confortável, com detalhes bacanas. Mas, muitas vezes, o último andar de um prédio torna-se quente e abafado. Se isso acontecesse, ninguém se daria ao trabalho de subir”, lembra ela. Quando convocou os arquitetos Marina Lage e Fabrício Silveira, da Tamabi, perguntou se eles repetiriam aqui a solução adotada num projeto anterior, publicado numa revista especializada: forrar a laje de concreto com vegetação, criando um telhado verde. “A ideia nos entusiasmou. Porque, além de eles ganharem um simpático jardim nas alturas, seria a melhor forma de conseguir conforto térmico na sala embaixo”, aponta Marina. Entre a varanda e a sala de estar, deixou-se uma passagem ampla, com portas de correr. Asesquadrias generosas ficam completamente embutidas na alvenaria quando recolhidas. “Quanto menos barreiras entre as áreas interna e externa, melhor. Esse é o segredo para manter o contato com o lado de fora, reforçando a utilização do espaço como um todo”, completa Fabrício.

Publicidade