Casa Created with Sketch.

Suavidade e muita luz

Sem mudar radicalmente a distribuição e as formas deste sobrado, a obra atualizou o projeto de 1978. O segredo foi trazer claridade, eleger acabamentos neutros e temperar tudo com pitadas de contemporaneidade.

O casarão escuro, com janelas em arco e toldinhos redondos, não conquistou a gemóloga Vanessa e seu marido, o jornalista Fernando, à primeira vista. Mas a visita da arquiteta paulista Paula Souza e de uma junta de experts à ruazinha na zona oeste de São Paulo evidenciou todo o seu potencial. “Expliquei que daria para derrubar várias paredes na sala e encher a casa de luz”, diz a arquiteta, amiga do casal, contratada para a reforma. Um engenheiro de confiança estimou os gastos. A mãe avaliou tudo com seu reconhecido bom gosto e também consentiu. “Era um investimento grande, queria a certeza de fazer um bom negócio”, conta Vanessa. Dali para a frente, nos 12 meses de obra, o que se viu foi a parceria desses integrantes, unidos numa verdadeira força-tarefa. Conheça outra reforma que exigiu nove meses força-tarefa.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s