Casa Created with Sketch.

Refúgio no litoral com vista para a Mata Atlântica

Além da paisagem de tirar o fôlego, a construção também oferece conforto e luz natural

A exuberância da Mata Atlântica é visível de todos os cômodos desta casa no litoral norte de São Paulo. Desenvolvido pelo escritório Sidonio Porto Arquitetos Associados, o projeto aposta na integração com a natureza e na fluidez entre os ambientes.

 

 (Romulo Fialdini/Casa.com.br)

Próximo a praia, o imóvel compõe um terreno de quase 3 mil m². Ao fundo, uma área de Mata Atlântica preservada garante uma vista sem igual. O verde foi privilegiado pelos arquitetos que utilizaram somente 30% do espaço disponível para a construção.

 

 (Romulo Fialdini/Casa.com.br)

Aliada ao concreto da estrutura interna, a madeira, em boa parte do tipo cumaru, dá forma à casa de 800 m². Ela realça as linhas horizontais da construção e guia o olhar entre os cômodos. Na parte externa, contorna todo o imóvel na forma de beirais e pérgolas, além de estar presente no deck que envolve a área de lazer.

 

 (Romulo Fialdini/Casa.com.br)

 (Romulo Fialdini/Casa.com.br)

O vidro também é um dos elementos essenciais desta construção. Ele garante a entrada de iluminação natural e proporciona fluidez absoluta entre as áreas interna e externa. Além disso, é o material que possibilita a visão da mata em todos os pontos da casa. “Buscamos uma ambientação agradável e coerente com o clima e o meio ambiente”, conta o arquiteto Sidonio Porto, um dos responsáveis pelo projeto.

 (Romulo Fialdini/Casa.com.br)

 (Romulo Fialdini/Casa.com.br)

Localizado no encontro das duas alas do imóvel, desenhado em formato de “L”, e com pé direito duplo, o hall de entrada representa o clímax do projeto. “É o ápice da em casa em função dos visuais. Dessa parte é possível ver todo o conjunto, tanto a parte interna quanto a externa, todo o visual da mata atlântica”, explica o arquiteto.

 

 (Romulo Fialdini/Casa.com.br)

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.