Quitinete de 36 m² no edifício Copan cheia de emoções

São apenas 36 m², mas, na quitinete do edifício Copan, – projeto histórico de Oscar Niemeyer no centro de São Paulo, o morador, arquiteto, criou uma decoração recheada de referências pessoais.

Por Reportagem Visual Aldi Flosi Texto Silvia Gomez Fotos Marco Antonio Atualizado em 19 jan 2017, 15h39 - Publicado em 31 jan 2011, 19h58

Das qualidades que o arquiteto Gabriel Valdivieso mais adora no quarto e sala onde mora, nenhuma se pode medir ou capturar com precisão. A primeira delas é a luminosidade que chega pela grande janela em toda a lateral do espaço. “Especialmente lá pelas 18 horas, quando a luz desenha os contornos do vidro velho na parede”, diz. A outra está no afeto das peças de família que carregou quando resolveu deixar os pais e morar sozinho. “Minha casa é uma colagem da minha história. Nada entrou aqui só para cumprir uma função.” Por último, o burburinho que sobe até o 17º andar para contar do movimento da cidade lá fora. “No centro, estou perto do meu lazer.”

Publicidade