Projeto de casa em Alagoas alia linguagem moderna e arquitetura local

Casa a ser construída em Alagoas alia linguagem moderna a elementos da arquitetura local

Por Texto Luisa Cella | Ilustração e InfografIa Luciana Soga e Milton Calesco Atualizado em 20 dez 2016, 23h27 - Publicado em 4 set 2014, 21h15
01-casa-moderna-estrutura-local

A residência de 60 m2, pensada pelos arquitetos do escritório soteropolitano Urban Recycle Architecture Studio (UR Studio) para uma jovem família de Marechal Deodoro, AL, combina, em seus dois blocos, diferentes estilos da arquitetura brasileira. De linhas retas, a parte dedicada aos ambientes privativos (quartos e banheiros) remete ao modernismo. A outra, que abriga as áreas comuns, tem inspiração local, com telhado de duas águas e quintal. A vontade de construir em pouco tempo – cerca de 130 dias – e reduzir o canteiro de obras levou os profissionais a optarem pela estrutura pré-fabricada. “Por ter alta resistência e espessura fina, as peças de concreto possibilitam vãos maiores na ala social. Na íntima, usamos blocos estruturais de cimento para diminuir custos”, conta o arquiteto Saul Kaminsky, que assina a proposta com os colegas Juliana Aguiar e Diego Viana Gomes. A fim de racionalizar o processo, eles estabeleceram o padrão modular de 1,40 x 4 m. “A ideia era criar um projeto- -modelo, capaz de ser reproduzido em qualquer região. O custo da estrutura não altera muito. O que varia, de acordo com a oferta do lugar, são os acabamentos. Escolhemoso cumaru conscientes de que seria o item mais custoso do conjunto”, conta Saul.

02-casa-moderna-estrutura-local 03-casa-moderna-estrutura-local

Eixo central reúne os serviços. Conheça as soluções que controlam a luz e o calor, além do versátil módulo atenderá a sala, cozinha e lavanderia

04-casa-moderna-estrutura-local

Estrutura. O trecho com telhado será edifcado com peças modulares de concreto pré-fabricado – opção de alta resistência e pouca espessura. A ideia de erguer o outro volume com blocos de cimento foi a solução para tornar o projeto mais econômico. Leve, o conjunto pedirá fundação rasa (radier).

Continua após a publicidade

Fachadas. Laminado de cumaru (2 cm de espessura) revestirá todo o caixote de cimento. Nas laterais do outro bloco, o concreto ficará aparente. A frente e os fundos do mesmo volume serão fechados com painéis de vidro temperado (10 mm) da Bahia Vidros.

Jardins. Sobre a laje dos quartos, haverá 36 m2 de cobertura verde (10 cm de forração, fornecida no sistema da SkyGarden). Além disso, reservou-se espaço para uma horta no jardim. Espécies nativas serão mantidas próximas da casa, no quintal e na varanda à frente do terreno e contígua ao quarto do casal.

Aberturas. Nos dormitórios, brises verticais (com caixilhos de alumínio e lâminas de cumaru) controlarão a entrada de luz natural. Três folhas móveis de vidro temperado (12 mm), que somam 3 m de largura, abrirão o bloco de convivência para o quintal. Nas laterais dessa construção, cada uma das seis janelas terá duas folhas fixas e uma móvel, conjunto que mede 1,60 x 2,20 m.

Controle térmico. Preso em painéis de alumínio, o laminado de cumaru ficará afastado 5 cm da estrutura, criando um colchão de ar que atrasará a chegada do calor aos blocos de cimento.

Módulo multiúso. No limite entre as áreas privativa e comum, será instalada esta marcenaria central, desenhada pelos arquitetos para atender a sala, cozinha e lavanderia. Como acabamento, o móvel receberá compensado naval (Celplac) encerado.

05-casa-moderna-estrutura-local 06-casa-moderna-estrutura-local
Continua após a publicidade

Publicidade