Casa Created with Sketch.

Ecos da metrópole

Famoso por reunir elementos confortáveis e extremamente elegantes em cada um de seus trabalhos, o arquiteto João Armentano apresenta um projeto de interiores em sintonia visual com São Paulo.

Regadas a excelentes vinhos, as conversas entre o arquiteto João Armentano e um casal de amigos giravam em torno do projeto de interiores desta cobertura em São Paulo. “Eles me pediram que criasse um lugar aconchegante, com espaços abertos e sem muitos móveis, pois gostam de reunir convidados com frequência para festas e jantares”, explica Armentano. O novo apartamento, de 1 000 m² distribuídos em três pavimentos, abriga a dupla e seus dois filhos adolescentes. No piso inferior, ficam as quatro suítes; no andar intermediário, estão a área social e a piscina; e no nível superior, a sauna, o spa e a churrasqueira. Entre tantos ambientes, o coração da casa é a entrada, com o caixilho envidraçado a emoldurar a paisagem paulistana. Não é por acaso que a concepção visual do projeto encontra inspiração na metrópole. “Tem algo de poético ali quando se observa o pôr do sol. E à noite a atmosfera é mágica com a iluminação dos prédios ao fundo. Por isso, nada deveria obstruir o olhar que conduz à cidade. Tiramos partido da vista e imaginamos uma sala que estimula o convívio”, conta o arquiteto. Poltronas de couro superconfortáveis convidam a esquecer a correria lá fora. “É um ótimo lugar para beber champanhe”, completa. As grandes aberturas de vidro permitem que o apartamento receba luz natural de maneira generosa. Assim, as cores escuras não pesam no visual. Para as salas de estar e de jantar, foi escolhida uma paleta de tons sóbrios, a exemplo do cinza das paredes. A única parede branca apresenta a colorida tela assinada por Carlos Vergara. Os móveis mesclam linhas contemporâneas com clássicas, sempre em tonalidades neutras e elegantes. Esse jogo de contraste entre peças de diferentes períodos é uma forma de temperar os ambientes, como explica o profisional. “Procurei aqui apresentar a perspectiva grandiosa da cidade. A essência desta residência é metropolitana e cosmopolita”, reflete Armentano, que também trouxe um pouco de verde para o interior com o jardim vertical – uma boa maneira de incorporar a natureza em espaços urbanos.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.