Decoração simples, mas muito chique

Simples e chique, a decoração sem excessos deste apartamento desperta o sentimento de tranquilidade.

Por Reportagem Visual Cristina Bava e Isabella Mendonça (assistente) | Texto Lúcia Santos Gurovitz Atualizado em 20 dez 2016, 19h16 - Publicado em 11 Maio 2009, 12h07

Para a arquiteta Tania Eustaquio, uma decoração livre de excessos desperta o sentimento de tranquilidade. “Não é necessariamente viver com menos coisas, mas reduzir a quantidade de informação visual dentro de casa”, explica. Neste apartamento, em um prédio projetado pelo arquiteto David Libeskind, na capital paulista, ela adotou móveis de desenho simples e elegante – apenas os essenciais para suprir as necessidades dos moradores. “Penso na marcenaria como algo que vá durar para sempre. Ela precisa ser útil e ter linhas simples, proporções muito corretas e execução primorosa”, diz. Os mesmos critérios – beleza, qualidade e durabilidade – foram aplicados na seleção dos demais móveis. “Conforto também é básico. Não saberia indicar uma cadeira linda, porém incômoda.” Conheça ainda o projeto deste dúplex, que também conta com eficientes armários, feitos sob medida.

Publicidade