Decoração da moradia provisória pode ser aproveitada no lar dos sonhos

A pedagoga Adna e o arquiteto Allan viram num apartamento em reforma em Belém, o lugar ideal para morar enquanto aguardam o imóvel de seus sonhos, ainda em construção.

Por Texto Mara Góes (PA) Fotos Antonio Carlos (PA) Atualizado em 19 jan 2017, 15h39 - Publicado em 1 nov 2011, 13h14
Um título para uma foto sem titulo

 

O primeiro lar de Adna e Allan Feio é provisório, mas nem assim improvisado. Eles já estavam pagando o apartamento comprado na planta quando marcaram o casamento. Partiram, então, em busca de um endereço para os três anos iniciais da vida a dois. Pensando em investir o dinheiro, financiaram um imóvel de 45 m², usado, em fase final de reforma. “O proprietário anterior havia trocado todos os revestimentos”, conta Allan. “Concluímos a iluminação e a bancada do banheiro e deixamos a decoração com a nossa cara.” A base dos ambientes conta com piso de porcelanato bege, rodapés e soleiras de granito preto e paredes offwhite (um branco que não é puro). Como forma de aquecer o visual, o casal pintou de vermelho duas paredes, cobriu uma outra de tecido listrado e deu um toque colorido ao quarto. “O que pusemos neste apartamento foi pensado para ele. Por isso, os móveis são pequenos e poucos”, afirma o morador. “Mas é claro que alguns itens podem ir com a gente no futuro, principalmente os eletrodomésticos.”

Continua após a publicidade

Publicidade