De frente para o verde

Da construção antiga, sobraram apenas as duas paredes que delimitavam os recuos laterais. Erguida sobre o terreno aterrado, 1,50 m acima do nível da rua, a nova casa se coloca na altura da copa das árvores.

Por Por Edson G. Medeiros e Marianne Wenzel Fotos: Eduardo Pozella Ilustração: Campoy Estúdio Atualizado em 20 dez 2016, 19h09 - Publicado em 13 ago 2008, 03h07

Na mesma onda da maioria dos paulistanos, o casal de empresários sonhava em mudar-se para um apartamento. Vivíamos numa casa enorme em Osasco e queríamos ir para um lugar mais prático, conta a moradora.Antes de o plano se concretizar, no entanto, ela recebeu do pai um presente irrecusável: o imóvel que ficava em frente à casa de sua família, na rua onde passou toda a infância, num bairro bem localizado da capital paulista. Porém, a conservação deixava a desejar e a distribuição, com três quartos, tampouco correspondia ao estilo de vida despojado do casal sem filhos. Pensando nisso, a arquiteta Ticiana Badra e a designer de interiores Magda Marconi elaboraram o projeto de reforma que enfatiza a integração. Mantivemos apenas as duas paredes laterais, que receberam um reforço estrutural e cresceram para delimitar o novo pé-direito de 3,20 m na área social, explica Magda.

Você está pensando em comprar um imóvel antigo? Então, veja também a reforma de um apê construído na década de 70 e inspire-se!

Publicidade