Complexo residencial em Singapura é eleito o prédio do ano

Formado por blocos horizontais, o Interlace quebra o padrão de torres isoladas

Por Gabriela Fachin Atualizado em 14 dez 2016, 11h42 - Publicado em 24 nov 2015, 12h58
1- interlace

Eleito o Edifício do Ano no World Architecture Festival 2015, o Interlace quebra o padrão das torres residenciais isoladas de Singapura ao empilhar volumes horizontais. O projeto dos escritórios OMA e Buro Ole Scheeren cria uma rede de espaços privados e sociais entrelaçados com o ambiente natural — e, por isso, chamou a atenção do júri do prêmio que inclui grandes nomes internacionais como Peter Cook, Sou Fujimoto e Charles Jencks.

2- interlace

Os blocos foram organizados em formações hexagonais ao redor de oito pátios de larga escala. Ao empilhar os volumes dessa maneira, os arquitetos dão origem a ambientes internos e externos, além de espaços compartilhados e particulares ao ar livre nos diversos níveis. O complexo possui 31 blocos de apartamentos, cada um com seis andares e 70 metros de comprimento.

3- interlace
Continua após a publicidade

Publicidade