Casa sueca ganha identidade com membrana metálica

Dois grandes volumes, aliados a um terceiro, menor, com diferentes inclinações, setorizam as alas social, íntima e de serviço, além de um jardim de inverno

Por Da redação Atualizado em 14 dez 2016, 11h34 - Publicado em 19 set 2014, 21h58

Na pequena Linköping, no sul do país nórdico, a House for Mother, morada assinada pelo Förstberg Arkitektur och Formgivning (FAF), chama a atenção por seu singular conceito estrutural. Dois grandes volumes, aliados a um terceiro, menor, com diferentes inclinações, setorizam as alas social, íntima e de serviço, além de um jardim de inverno. Juntos, somam 130 m². Tal configuração favoreceu o aproveitamento do terreno de 325 m² (que faz divisa com um parque). “É simples mas não simplista”,avalia o arquiteto Björn Förstberg.

Fora, tom frio. Lâminas de alumínio corrugado, de 1 m de largura, envelopam as estruturas de madeira da fachada. O material resiste à ação do tempo sem pedir manutenção.

01-arquitetura-membrana-metalica

Dentro, clima quente. Entre a superfície metálica e a de abeto do interior, a camada de lã mineral traz isolamento térmico. Aquecido com canos de água quente, o piso de concreto polido escala a lateral para revestir banco e prateleira.

02-arquitetura-membrana-metalica
Continua após a publicidade

Publicidade