Casa sai de uma mostra de arquitetura para o terreno à beira-mar

A história revela um jeito de morar bastante atual – compacto e flexível. Mostramos uma casa pronta em quatro meses com steel frame.

Por Por Edson G. Medeiros e Rosele Martins Fotos: Luis Gomes Ilustrações: Fabio Flaks Atualizado em 14 dez 2016, 11h34 - Publicado em 15 dez 2010, 14h03

A rotina agitada atual sugere abrir mão de áreas supérfluas e estáticas em nome de ambientes compactos e versáteis. Exatamente o que fez o arquiteto paranaense Abreu Jr. ao desenhar esta casa. Curador de uma mostra de arquitetura em Florianópolis, onde mora há duas décadas, ele lançou uma pergunta a si mesmo e aos demais participantes do evento, realizado dois anos atrás: “De quanto espaço uma pessoa realmente precisa para viver com conforto?” Somando sala de estar/quarto (reunidos num mesmo local), cozinha, banheiro e home office, Abreu concluiu que 50 m² eram suficientes e deu forma a um protótipo multifuncional de aço, madeira e vidro. Mais tarde, comprovou a viabilidade da aposta: após o encerramento da exposição, levou a moradia da ficção para o mundo real, onde a adotou como seu refúgio de fim de semana. Satisfeito, ele não sente falta de um metro sequer a mais.

Publicidade