Casa Created with Sketch.

Casa é construída dentro de uma rocha na Arábia Saudita

A construção é inspirada no túmulo de Madaim Salé, considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO

Influenciado pela arquitetura do túmulo de Madaim Salé, na Arábia Saudita, o arquiteto e fotógrafo Amey Kandalgaonkar conseguiu integrar natureza e influência humana em uma rocha do deserto.

O antigo sítio arqueológico expressa fachadas clássicas esculpidas em uma massa de arenito, racionalizando a geometria orgânica. Já a obra de Kandalgaonkar tem uma leitura mais contemporânea, que introduz um segundo material para cortar a rocha original.

Túmulo de Madaim Salé, na Arábia Saudita.

Túmulo de Madaim Salé, na Arábia Saudita. (Divulgação/)

 

“House inside a rock”, de Amey Kandalgaonkar.

“House inside a rock”, de Amey Kandalgaonkar. (Amey Kandalgaonkar/Reprodução)

O arquiteto criou uma dicotomia entre a superfície orgânica da pedra e a inserção de lajes de concreto limpas. Para isso, primeiro ele fez a modelagem 3D de toda a montanha, que sofreu a escavação para contemplar a arquitetura. Dessa forma, foi possível fundir a casa à rocha.

Kandalgaonkar buscou integrar as estruturas e não destacar a casa da paisagem. Nessa tentativa, a ela foi mantida incrustada na pedra, em vez de sobre a pedra – o que só permite enxergá-la de perto ou através de uma vista aérea; misturando-se à paisagem quando vista de longe. 

 (Amey Kandalgaonkar/Divulgação)

“Considerando a complexidade visual das rochas em Madaim Salé, era imperativo usar planos e cubos simples para obter um equilíbrio visual”, diz o arquiteto. “Eu comecei criando a rocha no software 3D, que em si era um processo de escultura. Mais tarde, ao inserir a casa nessa rocha, tentei manter seu impacto visual a nível dos olhos o mínimo possível e, apenas quando observado a partir de um olho de pássaro, a extensão real da intervenção é revelada”, completa.

 (Amey Kandalgaonkar/Casa.com.br)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s