Casa Created with Sketch.

Casa do Rio Grande do Norte preza pela integração de ambientes

Profissional do CasaPRO realiza projeto aproveitando o máximo de espaço de forma funcional e descontraída

home-nova-apartamento-do-rio-grande-do-norte-preza-pela-integracao-de-ambientes

 (/)

Camila Moraes, arquiteta do CasaPRO, fez a ambientação de uma casa de 149 m² em Natal (RN) que prezava pela maximização e utilização de espaços. Os clientes desejavam um lar confortável, funcional e com a máxima integração entre os cômodos. A casa de traços modernistas e cores neutras possui espaços amplos, que permitem a circulação entre os ambientes. A utilização de cores mais vibrantes, como o vermelho, quebra a sobriedade do branco, trazendo um ar de descontração aos espaços. Por estar localizada em uma região de altas temperaturas, a ventilação e utilização de vidros colaboram para a arquitetura do imóvel. A arquiteta ressalta que um bom potiguar não pode deixar de ter uma rede em sua casa. “O uso da rede é indispensável, pois proporciona a integração com a natureza, tirando proveito do sol constante e das lindas paisagens. Tirar partido dessas características é prioridade para o potiguar”, relata Camila. Confira abaixo a entrevista completa com a profissional do Rio Grande do Norte da série de reportagens Arquitetos do Brasil.

 

1. Quais são suas inspirações? Em quem você se baseia para realizar os seus projetos?

 

Marcio Kogan, com a sua arquitetura limpa e de formas puras, integrada com a paisagem que consegue retratar com maestria a arquitetura que gosto. 

2. Qual é o fator local (referente à sua região) que interfere, ou seja, icônico na arquitetura/cultura da sua localidade?

 

Natal é uma cidade quente, praiana, de natureza exuberante. Esses são fatores muito relevantes e presentes na arquitetura local.

3. O que não pode faltar na casa de um morador de Rio Grande do Norte?

 

Uma boa rede! Ela proporciona a integração com a natureza, tirando proveito do sol constante e das lindas paisagens. Tirar partido dessas características é prioridade para o potiguar.

4. Como você costuma se atualizar? Através de revistas, cursos, viagens etc.? E quais são?  

 

Gosto de viajar. É uma fonte enriquecedora para novas inspirações.

5. O que compensa, ou não, em questão de materiais, importar?

 

Recentemente importamos móveis de Bali para uma ambientação. O custo é incondicionalmente menor, contudo, só vale a pena para grandes volumes de mercadoria.

6. O que frustra e te estimula na sua profissão?

 

O melhor e maior estimulo é satisfazer os desejos dos meus clientes e aceitar novos desafios. A maior frustração vem de alguns colegas que insistem em trabalhar valores infinitamente abaixo da nossa tabela, “leiloando” seus projetos. E por trabalharem dessa forma, não dão a devida assistência aos seus clientes, prejudicando assim toda uma classe.

7. O que todo mundo pensa quando você diz que é arquiteto, mas não é verdade?

 

Muitos pensam que fazer um projeto com um arquiteto vai sair muito mais caro. E é justamente o contrário. Caro é fazer mal feito, porque faz duas vezes.

8. Qual foi o último filme/livro que assistiu/leu?

 

A Menina Que Roubava Livros / Vestido Para Casar.

9. Você é a favor da reserva técnica?

 

Sim. Entendo que a reserva técnica é uma premiação pela parceria do arquiteto com o lojista. O que não seria repassado para o cliente de qualquer forma. 

Perguntas e Respostas:

1. Oscar Niemeyer ou Lúcio Costa? Niemeyer.

2. Pudim de leite ou mousse de chocolate? Mousse de chocolate.

3. E o vento levou ou Dançando na Chuva? Dançando na Chuva.

4. Chico Buarque ou Elis Regina? Chico Buarque.

5. Sushi ou pizza? Sushi.

6. Atari ou Playstation? Atari.

7. Clarice Lispector ou Caio F. Abreu? Clarice Lispector.

8. Gato ou cachorro? Cachorro.

9. Android ou iOS? iOS.

10. Paris ou Milão? Paris.

apartamento-do-rio-grande-do-norte-preza-pela-integracao-de-ambientes

 (/)

Camila Moraes, formada em arquitetura e urbanismo pela Universidade Potiguar (UNP LAUREATE) no ano de 2009. Trabalha com arquitetura residencial, comercial e decoração de interiores.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s