Casa Created with Sketch.

Esta casa conceitual parece uma galeria de arte

O escritório TN Arquitetura teve o desafio de unir a tradição milenar japonesa à tecnologia atual no projeto da casa, localizada em Curitiba

 (Eduardo Macarios/BowerBird)

Localizada em Curitiba (PR), esta casa de 100 m² projetada pelo escritório TN Arquitetura apresentava um desafio: acolher a estética da arquitetura japonesa e sua tradição milenar de permanência dos costumes mais antigos, mas também incluir a tecnologia atual de maneira minimalista, enaltecendo o entorno.

 (Eduardo Macarios/BowerBird)

Aliando inovação, qualidade, originalidade e cor, o projeto se destaca logo na entrada com uma “caixa azul” que prepara o visitante, deixando o destaque para o living. Ao centro está uma estante para objetos e livros que divide o espaço acompanhando o pé direito duplo. Uma adega circular é a grande protagonista deste espaço – sua mistura de cores e formas garantem personalidade e ousadia tão desejadas pela moradora.

 (Eduardo Macarios/BowerBird)

“O principal desafio do projeto foi combinar todas as cores, símbolos e texturas de uma forma harmoniosa”, contam os arquitetos.

O espaço de jantar fica integrado com a cozinha gourmet, que possui um acabamento escovado e eletrodomésticos ocultos. Já o espaço de jantar ganhou a cor rosa e tem um armário todo desenhado pelo escritório, feito na antiga técnica de marchetaria, resgatando esse trabalho tão utilizado no passado e que tem muito valor histórico.

 (Eduardo Macarios/BowerBird)

No pavimento superior, o quarto ganhou destaque com um importante elemento oriental, o dragão, presente com grande força no papel de parede. Ele traduz tudo o que foi pensado inicialmente no apartamento e, a partir dele, outros elementos – como a tela da cabeceira e as cores escolhidas para a roupa de cama – foram definidas.

 (Eduardo Macarios/BowerBird)

Seguindo essa pegada mais oriental e escura, o banheiro master foi pensado de maneira a se imaginar estar em um spa. O revestimento escolhido tem textura agradável e dá a sensação de oásis.

Para o quarto de visitas e escritório, foi seguida a mesma linha de palhinha do quarto master, misturando cores e símbolos utilizados para todo o conceito do apartamento.

 (Eduardo Macarios/BowerBird)

“O projeto é ímpar devido aos requisitos dos moradores sobre cultura japonesa e tecnologia, criando esta dualidade”, dizem os profissionais. Repleta de cores sóbrias e texturas, a casa se transformou em uma composição rica e harmônica que lembra uma galeria de arte.

Confira mais fotos do projeto na galeria abaixo:

* Via BowerBird

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.