Casa Created with Sketch.

Apê de 70 m² ganha nova decoração low-cost estilo Boho

Apartamento no Rio de Janeiro foi transformado pela arquiteta Kelly Figueiredo com um orçamento reduzido

 (Denilson Machado, MCA Estúdio/Casa.com.br)

Este apartamento de 70 m² teve a decoração totalmente renovada pela arquiteta Kelly Figueiredo e o melhor de tudo, com um orçamento low cost! A cliente já morava ali, mas queria dar uma nova cara à casa, com mais vida. Só que o budget – de R$ 80 mil – não era suficiente para uma reforma completa, então a arquiteta aceitou o desafio de fazer uma renovação no estilo Boho.

 (Denilson Machado, MCA Estúdio/Casa.com.br)

Localizado no Flamengo, o imóvel é composto por sala, cozinha, quarto de hóspedes, quarto da proprietária e banheiro. Não houve modificações na planta do imóvel, Kelly manteve o piso, tetos, paredes de alvenaria e marcenaria existentes, acrescentando, pontualmente, algumas soluções em marcenaria.

 (Denilson Machado, MCA Estúdio/Casa.com.br)

Para manter os gastos baixos, a arquiteta garimpou absolutamente todos os itens da obra e da decoração em lojas físicas e virtuais que estavam em liquidação: tapete, sofá, quadros, mesas e cadeiras foram depois adaptados ao projeto.

Área Social

 

 (Denilson Machado, MCA Estúdio/Casa.com.br)

O único ambiente da casa que foi totalmente transformado foi o estar. Como era atravancado e apertado, com uma parede de gesso que separava o estar do jantar, a primeira providência era eliminar esta divisória. Depois, a arquiteta desenhou um móvel baixo executado em marcenaria (a peça mais cara de toda a reforma), que se tornou o ponto focal da sala.

 (Denilson Machado, MCA Estúdio/Casa.com.br)

Restos de MDF na marcenaria foram garimpados, cortados em réguas estreitas, colados nas paredes e depois pintados com tinta acrílica, criando um volume que valorizou e “vestiu” o cômodo de um jeito simples e barato.

 (Denilson Machado, MCA Estúdio/Casa.com.br)

Como não havia luz indireta na sanca de gesso rebaixada do teto, o estar recebeu uma fita de LED ao redor dela para deixar a sala mais clara. Como o sofá novo é retrátil, maior e mais confortável, a moradora voltou a assistir tv na sala. Já a mesa de jantar foi substituída por um modelo menor, com tampo redondo para ganhar mais área de circulação.

Área íntima

 

 (Denilson Machado, MCA Estúdio/Casa.com.br)

O principal pedido da cliente era mais conforto no quarto de hóspedes, para que ele pudesse acomodar duas pessoas, especialmente seus dois sobrinhos e o irmão com a esposa. A solução foi substituir o sofá-cama existente por duas camas de solteiro tipo box, que, unidas, viram uma cama de casal.

 (Denilson Machado, MCA Estúdio/Casa.com.br)

No quarto da cliente, foi projetado um armário baixo em toda a extensão da parede da janela com função de sapateira para acomodar as muitas caixas de sapatos da moradora. Com a sobra dos recortes das chapas de MDF bege, a profissional criou um armário estreito abaixo da tv (em frente à cama), mimetizado no papel de parede.

A mesma sobra do MDF também deu origem à mesa de cabeceira. A pedido da cliente, toda a decoração deste cômodo é bege, exceto a cabeceira da cama, que foi estofada em couro ecológico marrom claro. O guarda-roupas e o piso original em taco de peroba-do-campo foram mantidos.

Cozinha

 (Denilson Machado, MCA Estúdio/Casa.com.br)

As portas dos armários foram substituídas e um escorredor de pratos foi colocado dentro de um deles. Para as cores, a arquiteta criou um backsplash aplicando um revestimento de baixo custo sobre o que já existia e trocou a iluminação sem rebaixar o teto.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.