Casa Created with Sketch.

Apartamento de 57 m² tem cozinha com ilha e lugar para hóspedes

Dos sapatos à ilha central voltada para a mesa de jantar, acessórios e sonhos encontraram lugar e conforto no primeiro imóvel do jovem casal

00-o-grande-guia-do-apartamento-pequeno

 (/)

Uma bolsa compacta e com divisórias para cada acessório é a primeira imagem evocada por Liana Minsoni ao falar de seu apartamento. “Dizem que, quanto maior a bolsa, mais coisas você coloca e mais dificuldade tem para encontrá-las lá dentro. Com uma casa, acontece a mesma coisa”, compara a produtora de eventos. Para ela, essa ideia mostra como o conforto é um sonho possível num espaço reduzido – desde que ele seja milimetricamente projetado. Foi o que ela e o marido, Hélio Padrão, desenvolvedor de softwares, pediram à arquiteta Juliana Fiorini, de São Paulo. A profissional chegou à minúcia de contar os pares de sapatos do casal – e ainda avaliou tudo o que os dois queriam guardar para calcular com exatidão os armários. No entanto, muitas decisões foram tomadas antes da etapa da marcenaria. Todas com o intuito de otimizar a circulação e trazer mais luminosidade e amplitude visual. Primeira ação? Criar uma ilha central com fogão. “Adoro cozinhar e sonhava preparar as refeições de frente para a mesa de jantar”, diz Liana. Para isso, a antiga entrada de serviço foi fechada e a parede principal da cozinha, derrubada. No restante da planta, o maior problema era a sala superestreita, que mal comportava um sofá. “Ela também não tinha janela e o fluxo era atravancado por quatro portas”, lembra Juliana. Daí a ideia de incorporar o segundo dormitório. “Topei. Mas pedi um lugar onde pudéssemos receber hóspedes”, conta a moradora. Ótimo, era justamente a junção dos dois ambientes que permitiria isso: área para um bom sofá-cama. E para muito mais. Com a integração e menos portas pelo caminho, o estar ganhou a luz vinda da janela do antigo quarto, além de uma TV, um escritório e um guarda-roupa. Conseguiu até ceder 45 cm de sua largura para a suíte. Voltando à comparação: trata-se de uma bolsa compacta, bem dividida… e desenhada com exclusividade.

 

Espaço Multiuso

Cozinhar, receber os amigos, assistir TV, trabalhar: tudo acontece na área social do apartamento, que ganhou mais conforto e luminosidade com a integração de um dos dois quartos, no centro da planta.

09-apartamento-de-em-cozinha-aberta-escritorio-e-lugar-para-hospedes

 (/)

1 – A cozinha é o coração: ela foi aberta para a ala social, cuja protagonista é a mesa de jantar, posicionada à frente da ilha com fogão.

2 – Quarto maior: a suíte cresceu ao engolir um trecho do segundo quarto, que perdeu as paredes para virar sala de estar com TV e escritório.

Área: 57 m²; Colaboradores do projeto: Sarah Mota Prado e Gleice Martins

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s