Casa Created with Sketch.

Viagem pela arte: descubra Inhotim através das cores

Inhotim é o maior centro de arte ao ar livre da América Latina, composto por um verde imenso salpicado de instalações e obras coloridas -- conheça alguns de seus tons

O verde do Instituto Inhotim, em Brumadinho, Minas Gerais, se estende por mais de 96.87 hectares. Os visitantes, equipados com mapas e canetas, tentam não se perder por suas trilhas, vales e jardins. Intervenções artísticas e esculturas arquitetônicas dividem o cenário natural: de um lado, um labirinto de muros coloridos imponente; do outro, um iglu (em um país tropical!) branco cujo interior você só descobre se arriscando. São inúmeras obras, entre exposições permanentes e temporárias, reunidas no maior centro de arte ao ar livre da América Latina.

A natureza e a arte se misturam em uma paleta de cores surpreendente. Vem conhecer um pouquinho dela conosco?

VERMELHO

Inhotim-colagem-de-obras-vermelhas

 (/)

É impossível pensar na cor vermelha sem lembrar, imediatamente, da instalação de Cildo Meireles. Sua arte conceitual ocupa, em especial, três salas com o trabalho Desvio para o vermelho: impregnação, entorno, desvio.

Inhotim-desvio-para-o-vermelho

 (/)

Neste ambiente, a cor deixa de ser apenas cor para impregnar cada móvel e acessório, se tornando completamente palpável. A origem da metáfora fica a cargo do espectador: trata-se de sangue ou amor?

 

MARROM

Inhotim-colagem-de-obras-marrons

 (/)

A obra de Carlos Garaicoa é uma das mais dramáticas de Inhotim. Ahora juguemos a desaparecer (II) mistura uma projeção em vídeo à escuridão e velas para representar a ruína do ambiente urbano durante a guerra.

Inhotim-Ahora-juguemos-a-desaparecer

 (/)

Cada vela é um prédio em miniatura, alguns anônimos, outros representando monumentos mundiais — todos incendiando ao longo dos dias para depois serem substituídos, em um ciclo sem fim. A luz bruxuleante, amarelada, confere a dramatização necessária para tocar até o menos sensível dos visitantes.

 

BRANCO

Inhotim-colagem-brancos

 (/)

Com óleo sobre alumínio e poliuretano, Adriana Varejão cria um jogo de luz e sombras que impressiona: os mais distraídos com certeza tentariam adentrar os corredores de O Colecionador, a maior pintura da série Saunas.

Inhotim-O-Colecionador

 (/)

Sua paleta monocromática envolve uma escala de cinza focada no branco que dá continuidade perfeita à arquitetura do pavilhão, aproveitando os recorrentes azulejos da obra de Varejão.

 

AZUL

Inhotim-colagem-de-obras-azuis

 (/)

Em Blue Tango, Miguel Rio Branco reúne fotografias realizadas no bairro do Maciel, no Pelourinho, em Salvador.

Inhotim-Blue-Tango

 (/)

As cenas de 1984 envolvem e parecem se mover, em uma luta de luz azulada que, quadro a quadro, se transforma em uma dança emocionante e expressiva.

 

PRETO E CINZA

Inhotim-colagem-de-obras-pretas

 (/)

A parceria de dois mineiros, Rivane Neueschwander e Cao Guimarães, resultou no incrível filme super 8 (passado para o digital) Word/World. Nele, somos colocados próximo à terra, na escala das formigas, vendo-as carregar o que, para elas, são cartazes. 

Inhotim-word-wolrd

 (/)

Neles, estão escritos word e world, que traduzidas do inglês para o português significam “palavra” e “mundo”. A reflexão que fica é sobre o sentido da comunicação e a diferença de mundos — e como para nós, humanos, as palavras são lar.

 

VERDE

Inhotim-colagem-de-obras-verdes

 (/)

Seção Diagonal é uma obra de arte que ilude nossos olhos, resultado do trabalho esmerado de Marcius Galan com percepção, luz, e cor.

Inhotim-Seção-diagonal

 (/)

Uma simples linha diagonal divide uma parte da galeria, marcando o espaço de um campo de cor que confunde nossa percepção — uma sensação que precisa ser experimentada pessoalmente.

 

Há muito mais em Inhotim do que as nuances apresentadas, mas agora é com você: desbrave a imensidão desses jardins! A visita pode ser feita pessoalmente, ou, para matar a vontade mais rápido, pelo tour virtual do Google Arts & Culture.

Inhotim-colagem-de-obras-coloridas

 (/)

Quantas obras que incluímos em nossos mosaicos você consegue identificar?

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.