Priorize seus desafios e vença na vida

Prepare-se para superar as águas revoltas e siga fortalecido rumo à concretização dos seus projetos

Por Reportagem: Raphaela de Campos Mello - Edição: MdeMulher Atualizado em 20 dez 2016, 23h24 - Publicado em 24 Maio 2012, 13h19
vença_01

“Não existe vida sem desafios”, afirma Claudia Carraro, psicóloga e especialista em orientação profissional e de carreira pelo instituto Sedes Sapientiae, em São Paulo. De fato, tivemos que enfrentar uma série de situações desafiadoras até agora: abandonar as fraldas, a primeira decepção amorosa, o vestibular, casamento, filhos…

“Ao enfrentar desafios, descobrimos nossa força interior. Dessa forma, adquirimos a autoconfiança e autoestima necessárias para nos mantermos equilibrados e aquecidos para seguir em frente”, afirma a psicóloga paulista Bel Cesar.

Por isso, mesmo que a empreitada pareça ameaçadora à primeira vista, siga em frente. Acredite, os frutos que aguardam você compensarão todos os esforços. Mas atenção. Tão importante quanto passar nos testes da vida é assimilar o aprendizado de cada prova. “Uma vez que aprendemos a lidar com uma situação, não precisamos buscar outras semelhantes para reafirmar a nós mesmas quanta força temos. Podemos, então, buscar novos desafios, dar um passo à frente”, constata Bel.

Plano de ação

Iniciar um projeto é, sem dúvida, um grande feito. Para continuar sem desanimar, é preciso ter clareza dos seus objetivos e flexibilidade para lidar com os imprevistos. Perseverar se torna mais fácil quando encaramos as pedras no caminho como presentes dos deuses ao invés de praguejarmos a cada topada.

“Para Lama Gangchen Rinpoche, os primeiros obstáculos são bênçãos, pois nos dão a chance de criar uma base sólida. Se, no início de um projeto, tudo correr bem e só mais tarde surgirem os entraves, pensaremos: ‘sabia que não ia dar certo, estava bom demais para ser verdade’. Assim, desistimos por não termos uma boa estrutura que sustente as dificuldades”, comenta Bel.

Quando o desafio diz respeito ao mundo do trabalho, o planejamento faz toda a diferença. Reinventar-se profissionalmente envolve um alto investimento emocional e financeiro. Portanto, quanto melhor nos prepararmos para a reviravolta, maiores são as chances de êxito. “Não dá para simplesmente pedir demissão e ir atrás de outro emprego, é preciso explorar as possibilidades para que se tenha segurança na mudança”, avalia a psicóloga Claudia Carraro.

Para não perder o foco, trace um esquema de ação com data para a realização das tarefas, bem como a antecipação dos possíveis problemas e as maneiras de superá-los. Encare esse controle como um plano de vôo e esteja aberta a possíveis ajustes.

Continua após a publicidade

Quando o resultado não é alcançado, é preciso reavaliar o processo e fazer mudanças estratégicas, mas sem se desviar do propósito original. Aos navegantes mais exigentes, um recado importante: diminuir a marcha para repensar a trajetória não significa se acomodar. Acomodação é desistir antes mesmo de tentar.

vença_02

Não tenha pressa

Se está disposta a abraçar um desafio, é melhor frear o imediatismo. Do contrário, dificilmente seu projeto sairá do papel. “Mudanças planejadas e com qualidade requerem investimento de tempo e persistência”, aponta Claudia.

Tente evitar a ansiedade e o nervosismo. O ideal é estarmos centradas antes mesmo de iniciarmos a batalha. Vivemos em meio a conflitos. O desafio é nos mantermos receptivas, sem nos descontrolar e sem perder a saúde. Uma vez nos eixos, somos capazes de tomar decisões certeiras.

Cuidado com o auto-boicote

Mesmo compreendendo racionalmente a importância de dar grandes saltos, muitas vezes travamos ao deixar que uma voz pessimista assopre em nossos ouvidos. Se essa torcida adversária se pronunciar, simplesmente, não dê trela. É apenas sua mente tentando convencê-la a não sair do lugar.

“Os desafios são saudáveis e necessários, no entanto, o ser humano tem a tendência a permanecer na zona de conforto, um local seguro e agradável, porque é conhecido”, avalia o gestor e consultor chinês radicado no Brasil Wang Chi Hsin, autor de Sucesso É… Superar Encrencas! (ed. Gente).

“A autossabotagem acontece quando não nos consideramos merecedores de nossos projetos de vida e, portanto, apesar de nos esforçarmos, criamos algumas barreiras para realizá-los”, completa Bel.

 

Continua após a publicidade

Publicidade