Dormir com a luz acesa faz mal à saúde

Mesmo um abajur pequeno pode prejudicar seu sono. Para descansar, a regra é clara: você tem que dormir no escuro

Por Da redação Atualizado em 20 dez 2016, 19h37 - Publicado em 20 set 2007, 18h28

Brasileiros gostam de iluminação dramática

A luz pode mudar até o seu paladar

Tijolo translúcido vai mudar as paisagens

Fibra ótica melhora a vida de pacientes em hospitais

Visão de idosos é mais amarelada

Balanço do evento

Um título para uma foto sem titulo

Para funcionar plenamente, o ser humano precisa dormir em local escuro. E cada vez mais as pessoas vivem em locais onde a claridade da cidade, chamada de poluição luminosa, invade os interiores das casas, como alertou a física carioca Marcia Velloso (foto), em palestra sobre os efeitos nocivos da luz na paisagem e nos seres humanos, realizada no Seminario Multilux, em Belo Horizonte. “A alteracao dos ciclos biológicos pela luz prejudica a produção hormonal”, explica ela, citando substâncias como o cortisol e a melatonina, cuja produção é interrompida quando se dorme na presença de luz. A última, por exemplo, regula o sono e os ciclos biológicos. “Quando nao é fabricada direito, gera com aquela sensação de cansaço pela manhã”, ilustra. E orienta: “Um abajur pequeno emite 250 lux — medida que já prejudica o sono –, então é melhor apagar a luz mesmo. Para barrar a claridade que entra pela janela, cortinas do tipo black-out são de grande ajuda”.

Continua após a publicidade

Publicidade