Bicicletas se transformam em praças durante exposição em São Paulo

Na exposição "Praças (Im)possíveis", do coletivo Bijari, os artistas ocupam espaços vazios da cidade. 

Por Jéssica Michellin Atualizado em 20 jan 2017, 15h36 - Publicado em 16 mar 2015, 21h29
pracas_ok

Até o dia 9 de maio, paulistanos e turistas podem visitar a exposição “Praças (Im)possíveis”  do coletivo Bijari na galeria Choque Cultural. O projeto é uma reflexão da carência de espaços públicos de descanso, como parques e praças. A obra cria novas formas de convivência na cidade, convertendo temporariamente vazios urbanos em uma praça. “Pensamos nas formas como a arte pode se configurar como elemento transformador do espaço público. Nosso olhar se dirige às fendas através das quais podemos construir uma nova cidade”, explicam os artistas do coletivo Bijari. Segundo o curador da exposição, Baixo Ribeiro, a ideia é que qualquer pequeno espaço da cidade possa ter um banco, vegetação e uma sombra. “Com um guarda chuva/sol, bancos escamoteáveis e floreiras, a escultura-bike se transforma numa micro-praça-pública. E quando algumas dessas praças modulares se encontram, é possível formar espaços de convivência muito confortáveis e provocativos”, conclui.

Serviço: “Praças (Im)possíveis” do coletivo Bijari

Onde: Galeria Choque Cultural. Rua Medeiros de Albuquerque 250, Vila Madalena.

Quando: De terça-feira a sábado, das 11h às 18h até o dia 9 de maio.

Entrada: Gratuita

 

Continua após a publicidade

Publicidade