Airbnb oferece casa para refugiados com entrada barrada nos EUA

Após decreto anti-imigração, Brian Chesky, cofundador da plataforma de aluguel de casas online, anunciou a ação pelo Twitter

Por Victor Abex 31 jan 2017, 18h14

A Airbnb disse que vai dar hospedagem gratuita aos refugiados e quaisquer outros não permitidos a entrar nos Estados Unidos, presumivelmente como resultado da ordem do presidente Trump para proibir temporariamente os refugiados do país.

Brian Chesky, co-fundador e CEO da Airbnb, twittou a oferta, quando os viajantes de vários países de maioria muçulmana foram detidos ou colocados em limbo em aeroportos ao redor do mundo.

“O Airbnb oferecerá hospedagem gratuita a refugiados e a qualquer pessoa que não seja bem-vinda nos EUA. Fiquem atentos para mais informações. Me contactem se precisarem urgentemente de casa”, escreveu Chesky na rede social.

Continua após a publicidade

Publicidade