Orfanato autossustentável é erguido na Tanzânia para ser independente

A ideia é reduzir a dependência do orfanato em doações privadas

Por CicloVivo Atualizado em 17 fev 2020, 15h45 - Publicado em 29 out 2019, 12h00
Reprodução/CicloVivo

A aplicação de tecnologias ecológicas pode resultar em um prédio autossustentável e “fora do sistema”. Esta foi a aposta de um grupo ao criar o Centro Infantil Econef, ao pé do Monte Kilimanjaro, a montanha mais alta da África, no norte da Tanzânia. A instituição funciona como uma extensão de um orfanato para crianças que, na maioria dos casos, perderam os pais para o vírus HIV.

Reprodução/CicloVivo

Inaugurado em 2014, o orfanato agora também possui espaços de recreação, salas de aula e uma biblioteca. Apesar da construção ter parceria com arquitetos e engenheiros suecos, o respeito por materiais locais e métodos construtivos tradicionais permearam a obra. O prédio é adaptado às condições climáticas, culturais e econômicas locais e priorizou-se, ao máximo, técnicas de baixo custo e soluções que exigem pouca manutenção.

Quer saber mais? Acesse o conteúdo completo do CicloVivo clicando aqui!

Continua após a publicidade

Publicidade