Casa Created with Sketch.

Kengo Kuma assina novo espaço cultural de Tóquio

O arquiteto escolheu a madeira mais uma vez como o elemento principal do projeto

O CLT Park Harumi, em Tóquio, foi desenhado por Kengo Kuma

O CLT Park Harumi, em Tóquio, foi desenhado por Kengo Kuma (Kobayashi Kenji/Casa.com.br)

Você conhece a Japan House, em São Paulo? O centro cultural com fachada de madeira na capital paulista foi planejado pelo arquiteto japonês Kengo Kuma. Ele é o responsável pelo desenho de diversos espaços culturais e de entretenimento, como o Estádio Nacional do Japão, e, agora, o CLT Park Harumi, em Tóquio. 

Mais uma vez, Kengo destacou a madeira: o pavilhão e o espaço de exposições do parque no distrito de Harumi tem o material do tipo laminado na fachada. As folhas foram cortadas em formato de paralelogramo e colocadas em posição cruzada sobre o gramado artificial. 

 (Kobayashi Kenji/Casa.com.br)

Tanto o teto quanto os elementos do pavilhão, que parecem ser de vidro, são na verdade de tefka, um tipo de filme plástico transparente. Em parte do gramado, há telas digitais no mesmo formato diagonal da obra. Elas exibem imagens que variam conforme a interação do público.

 (Kobayashi Kenji/Casa.com.br)

Toda a estrutura — incluindo também uma escadaria feita com tábuas empilhadas e uma sala com livros e brinquedos de madeira — foi planejada para que possa ser desmontada e levantada novamente em outro lugar. A previsão é que, após um ano em Harumi, o pavilhão seja levado para a cidade japonesa de Maniwa. 

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.