Casa Created with Sketch.

Família troca habitação comum para viver em uma casa contêiner

Os Heeringas, que moram em Hastings, adotaram o estilo de vida pela praticidade e já planejam sua segunda casa neste modelo

 (Divulgação/Casa.com.br)

Há três anos, uma família em Hastings, na Inglaterra, trocou seu imóvel de cinco cômodos por uma pequena casa contêiner e nunca se arrependeu da decisão.

Matt e Ilse Heeringa, junto aos seus filhos Bella (8), Quinn (6), e Arlo (4), já apareceram em diversas revistas pela sua iniciativa e agora decidiram vender a casa em que moravam para construir uma nova.

 (Divulgação/Casa.com.br)

A mudança vem porque a antiga casa, que fica no pomar do pai de Ilsa, precisará ser removida. Os novos proprietários receberão um imóvel de 60 metros quadrados, com vidros duplos e isolamento total.

A estrutura, construída pela própria família, pode acomodar cinco pessoas, além dos painéis solares e da bateria que permitiram que a família vivesse completamente fora da bolha desde que se mudaram.

 (Divulgação/Casa.com.br)

A ideia de viver em contêineres surgiu pela praticidade. “Com a nossa casa grande descobrimos que passávamos tanto tempo fazendo a manutenção dos gramados e da casa que não tínhamos tempo para nós mesmos”, diz Ilse. “Queríamos levar as crianças para a praia e fazer outras coisas, mas sempre havia muito o que fazer”, conta ela.

 (Divulgação/Casa.com.br)

Eles passaram, então, a pesquisar sobre as casas contêiner. Três anos de experiência depois, eles não se vêem vivendo de outra forma. “A vida é simples e temos mais tempo para fazer as coisas de que gostamos. Vivemos fora de nove meses do ano”, comenta Ilse.

A casa conta com painéis de energia solar, sistema de compostagem para toaletes, além de uma salinha na entrada para que botas e capas de chuva enlameadas possam ser removidas antes de entrar na casa.

 (Divulgação/Casa.com.br)

A casa atual é composta por dois contêineres postos lado a lado, o que deixa a área social surpreendentemente grande. A cozinha estilo galley corre ao longo de uma parede e, claro, conta com armazenamento personalizado que fornece um lugar para tudo.

Grandes portas bifolding abrem a sala principal ao ar livre, fazendo a casa parecer ainda maior.

 (Divulgação/Casa.com.br)

Os quartos (de casal e infantil) ficam em lados opostos da casa, ambos com mezaninos na estrutura. Encantada com a sua obra, a família agora projeta casas em contêiner personalizadas para outras pessoas – Matt é um engenheiro. Eles também são proprietários de dois cafés (em contêineres), em Hastings e Napier.

A casa atual está recebendo ofertas de mais de US$ 165 mil, o que, segundo eles, é menos que o custo de todos os contêineres originais e de todos os equipamentos e acessórios.

 (Divulgação/Casa.com.br)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s