Casa de férias é projetada para promover interação social

Localizado em uma fazenda em Monte-Mor, o imóvel tem todos os seus ambientes voltados a bons momentos de convívio e descanso

Por Yara Guerra Atualizado em 17 fev 2020, 15h39 - Publicado em 3 jan 2020, 13h50
Fran Parente/Divulgação

O escritório paulista FGMF Arquitetos concluiu recentemente a Casa Jordão para uma família em Monte-Mor (São Paulo), que ansiava por um retiro de férias.

A estrutura está localizada em uma fazenda, que determina os códigos de construção da área. Uma das principais regras, por exemplo, exigia o uso de argila no telhado, uma visão comum na arquitetura brasileira.

Fran Parente/Divulgação

Com isso em mente, os arquitetos começaram com uma forma arquetípica de casa, semelhante ao desenho de uma criança, e continuaram adicionando uma extrusão semelhante a um celeiro.

O resultado final é um piso plano aberto com um jardim central que leva aos espaços sociais.

Fran Parente/Divulgação

Enquanto uma piscina de ardósia preta envolve dois lados dos espaços públicos da casa, a seção central da estrutura apresenta portas de vidro deslizantes, que desaparecem para criar um espaço ao ar livre, em estilo de pavilhão com conexão entre os ambientes internos e externos.

Continua após a publicidade

Fran Parente/Divulgação

A sala, por sua vez, parece gigante com seus dois lados abertos, tornando-se perfeita para reuniões de família.

Esta é, inclusive, a palavra de ordem do projeto: interação. Os ambientes foram todos pautados por uma dinâmica que privilegiasse os momentos de comunhão familiar em um contexto de descanso e relaxamento.

Fran Parente/Divulgação

Uma unidade de armazenamento personalizada separa a sala do outro lado, que abriga assentos e uma lareira que se abre para a piscina lateral.

Fran Parente/Divulgação

Já a cozinha fica em uma mini casa feita de madeira escura, em frente às paredes de madeira clara e ao teto da estrutura principal que a cerca.

Continua após a publicidade

Publicidade