Brasileiro é finalista de premiação global com projeto de bioconstrução

Bernardo Andrade criou um protótipo de casas de baixo custo que usam recursos locais, como madeira e terra

Por CicloVivo Atualizado em 17 fev 2020, 15h49 - Publicado em 20 set 2019, 14h00
Reprodução/CicloVivo

As populações do Semiárido brasileiro, região que ocupa cerca de 18% do território nacional, enfrentam diversos desafios socioambientais, como ciclos de chuva escassos, solos degradados e altas temperaturas.

Em conjunto com políticas públicas específicas para a região, ideias inovadoras e sustentáveis podem ajudar a amenizar o impacto destas características locais – e ainda gerar benefícios para as pessoas e o meio ambiente.

Reprodução/CicloVivo

Nesse sentido, o arquiteto brasileiro Bernardo Andrade usou a bioconstrução para reduzir os impactos ambientais da construção civil no Semiárido brasileiro, apoiando o desenvolvimento e a segurança alimentar e hídrica das famílias locais.

Para saber mais sobre o projeto e o reconhecimento internacional de Andrade, clique aqui e veja o conteúdo completo do CicloVivo!

Continua após a publicidade

Publicidade