Tira-dúvidas da obra: construindo com contêineres

Diversos fatores devem ser considerados antes de transformar um módulo metálico em moradia

Por Texto: Renato Bianchi Atualizado em 9 set 2021, 13h23 - Publicado em 13 fev 2017, 19h21

Executar um projeto com as caixas metálicas exige mão de obra especializada e conhecimento das particularidades desse tipo de empreitada. No entanto, através das dicas a seguir, podemos perceber que morar numa casa feita de caixas metálicas não é muito diferente de estar em uma habitação tradicional. Confira!

Onde comprar

Continua após a publicidade

Em geral, são vendidos em estaleiros de regiões portuárias e por empresas de transporte e logística internacional. 

Continua após a publicidade

Que cuidados tomar

Continua após a publicidade

É preciso verificar as condições de conservação e exigir os laudos de descontaminação e os documentos de nacionalização. Devem-se evitar contêineres com ferrugem perto dos selos e que contenham mau odor. Para utilizá-los numa obra, é recomendado consultar os órgãos públicos responsáveis da cidade, pois cada município tem suas próprias regras de construção.

Continua após a publicidade

Quanto custa

Continua após a publicidade

O preço varia de acordo com o estado, acabamento e dimensões, podendo oscilar entre R$ 7 mil e R$ 20 mil.

Continua após a publicidade

Tipos

Continua após a publicidade

Os modelos mais usados para residências são os Dry Box de 20 pés (2,43 x 6,05 m e 2,59 m de altura) ou 40 pés (2,43 x 12,19 m e 2,59 m de altura), além do Dry High Cube de 40 pés (2,43 x 12,19 m e 2,89 m de altura), que possui uma viga de sustentação em seu contorno e oferece pé-direito mais alto e adequado para moradias. Todos são feitos de aço corten com piso de compensado naval.

Continua após a publicidade

Durabilidade

Continua após a publicidade

Para transporte marítimo, o prazo de utilização é de dez anos. Como habitação, mantendo os devidos cuidados, apresenta a mesma longevidade de qualquer estrutura metálica, podendo chegar a 100 anos.

Continua após a publicidade

Montagem

Continua após a publicidade

De 80% a 90% da casa é montada na empresa especializada e levada até a obra em caminhões do tipo munck. No canteiro, são feitas fundação, caixa de gordura, caixa de passagem, instalação do padrão de energia, ligação de água e máquinas de esgoto.

Continua após a publicidade

Duração da obra

Continua após a publicidade

Depende do projeto e de sua complexidade. Em geral, é uma construção mais rápida do que a convencional por já vir com estrutura e cobertura prontas e por ser leve, o que também traz economia à obra. Segundo Sergio Cabral, da empresa Contain [it], “uma casa de 500 m² é concluída em cerca de quatro meses”.

Continua após a publicidade

Resistência

Continua após a publicidade

Com a devida manutenção (pintura periódica), a durabilidade equivale à de uma residência comum.

Foto: Reprodução/Pinterest

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Terreno

Qualquer lote que comporte uma casa de alvenaria também é adequado ao contêiner. Quanto à fundação, não há limitações, desde que se pense em como o módulo será apoiado e conectado ao alicerce.

Continua após a publicidade

Arquitetura

Continua após a publicidade

As dimensões dos cômodos não são determinadas pelo tamanho e pela modulação dos contêineres. Eles podem ser agrupados, empilhados ou colocados lado a lado para contemplar ambientes amplos e pés-direitos altos, por exemplo.

Continua após a publicidade

Sem calor e barulho

Uma casa-contêiner pode contemplar as mesmas soluções de uma edificação de alvenaria: fachada ventilada, teto verde, brises, beirais e revestimentos termoacústicos.

Continua após a publicidade

Acabamentos

Continua após a publicidade

São os mesmos de uma residência tradicional. Vale usar cerâmicas, porcelanatos, drywall, revestimentos de madeira, compostos de alumínio etc. No entanto, é preferível optar por elementos com fixação mais adequada às superfícies metálicas (colados, soldados, parafusados…).

Continua após a publicidade

Segurança

Continua após a publicidade

Essas caixas são extremamente resistentes. Além da parede externa, há os materiais de isolamento aplicados no interior e a parede de gesso, madeira ou placa cimentícia. Se desejado, é possível instalar portas e janelas com grades. E as companhias já fazem seguro de casas-contêineres.

Continua após a publicidade

Incidência de raios

Continua após a publicidade

Embora metálicas, as soluções do gênero também são aterradas e, portanto, seguras contra descargas elétricas.

Continua após a publicidade

Ferrugem

Continua após a publicidade

Sim, pode oxidar, como um portão, mas é bem mais resistente. Antes da aquisição é importante observar se há pontos de ferrugem e, quando necessário, aplicar produtos para resolver esse problema.

Continua após a publicidade

Cobertura

Continua após a publicidade

O mais indicado é sobrepor uma telha termoacústica com um colchão de ar para ventilação. Outra alternativa com grandes resultados térmicos e estéticos é o telhado verde.

Continua após a publicidade

 

Fontes: Sergio Cabral, sócio-proprietário da Contain [it], e os arquitetos Maurício Ruoppoli e Celso Costa Filho.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade