Serpentine Pavilion 2017 será projetado por Francis Kéré

O arquiteto foi selecionado por atender aos requisitos da proposta com uma estrutura inovadora

Por Da redação Atualizado em 9 set 2021, 13h20 - Publicado em 21 fev 2017, 14h07

Desde do ano 2000, a Serpentine Galleries seleciona um arquiteto internacional para construir seu primeiro projeto em terras inglesas, que ficará aberto ao público no Kensignton Gardens, durante o verão no hemisfério norte.

O arquiteto Francis Kéré (Foto: Erik Jan Ouwerkerk)

Este ano, a comissão da galeria, formada pelo diretor artístico, Hans Ulrich Obrist e pela CEO, Yana Peel, selecionou o arquiteto burquines, Francis Kéré, que ficou conhecido por desenhar a escola primária de sua cidade natal, Gando – de onde também tirou inspiração para a obra em Londres.

Continua após a publicidade

Parte interna do Serpentine Pavilion 2017. (Foto: Divulgação/Kéré Architecture)

A proposta de Kéré é criar um espaço que conecte os visitantes com a natureza. Para isso, o profissional planejou uma ampla estrutura feita de aço que se assemelha à copa de uma árvore para permitir que a luz do sol penetre o espaço. Uma proteção transparente, no entanto, o protege da chuva. Na província onde nasceu, as árvores são lugares de convivência e troca de experiências, e este é o objetivo do pavilhão.

Continua após a publicidade

Publicidade