Pura inspiração: há sapatos por toda parte nesta casa reformada

Eles ocupam até a escada no sobrado paulistano pensado para um empresário

Por Silvia Gomez (texto) e Eliana Medina (visual) Atualizado em 9 set 2021, 12h57 - Publicado em 16 Maio 2017, 19h09

Importador e revendedor de uma marca italiana de tênis, Luiz Arthur procurava uma casa para alugar na qual pudesse acomodar com conforto os filhos nos fins de semana e também parte de seu trabalho: mais de 70 pares de calçado.

Escada-estante: de visual leve, a peça tem estrutura de metal e degraus de chapa xadrez (aço-carbono), ambos pintados com o mesmo tom cinza-claro das paredes (Coral, ref. Chegada do Inverno). Divulgação/Luis Gomes

“Apesar de antes ter sido usado como escritório e ateliê, o sobradinho de vila de 135 metros quadrados tinha uma configuração que permitiria uma reforma rápida, em conta e facilmente reversível”, conta a arquiteta Renée Sbrana, autora do projeto.

No andar de baixo, salas e cozinha dividem um mesmo espaço integrado com piso de tábuas de cumaru. Divulgação/Luis Gomes

Como peça-chave dessa interferência, entrou a marcenaria, mais especificamente o grande armário aberto entre a escada e o quarto principal, no andar de cima. “Contei e medi cada sapato para dimensionar o móvel de madeira laqueada. Era importante que ele não formasse um obstáculo visual nem bloqueasse a luz, por isso seu desenho vazado”, detalha Renée.

Antes usado como sala de reuniões, o mezanino aberto foi revertido em quarto para o morador. A estante laqueada quase alcança o pé-direito total, de 2,80 m. Suas medidas generosas – 0,60 x 2,80 x 3,72 m – a transformam também numa espécie de divisória para o dormitório, o que dispensou a construção de nova parede na reforma (execução de Alex Reformas e Construções). Divulgação/Luis Gomes

 

Nichos fechados e abertos se revezam no desenho, deixando a luz passar. Divulgação/Luis Gomes
Continua após a publicidade

Publicidade