Parede lúdica: artista mineiro cria azulejo de Playmobil

Azulejo português ou bonequinhos? Amigos dos tempos de infância acompanham artista em trabalho de gente grande

Por Da Redação Atualizado em 9 set 2021, 13h23 - Publicado em 14 fev 2017, 10h30

Atire o primeiro bonequinho quem nunca quis um Playmobil quando criança. Passatempo infantil dos mais queridos, o brinquedo lançado em 1974 agora revela uma vocação diferente. É que o artista mineiro de endereço carioca, Heberth Sobral, resolveu transformar as figuras de plástico em motivos de uma coleção de azulejos. A ideia surgiu depois que ele participou de uma residência artística em Portugal –  basta ver que as montagens caleidoscópicas tomam emprestado o azul para fazer a sutil ligação com as artes d’além-mar. Cada pecinha é a base para um modelo exclusivo, que após a queima pode alegrar paredes internas ou externas. Os painéis, com 9, 16 ou 25 peças, devem ser encomendados à galeria Contempo, em São Paulo.

Confira outros modelos na galeria a seguir:

Publicidade