Em alta nos projetos, lago artificial embeleza casa de fazenda

Com plantas aquáticas e peixes, o tanque d’água em Morungaba, SP, parece ter sempre estado lá

Por Silvia Gomez Atualizado em 9 set 2021, 12h44 - Publicado em 11 jul 2017, 13h32

Uma vez erguida, a casa de fazenda no interior de São Paulo pedia um entorno idílico. “Havia um desnível de 1,50 metros entre a residência e o deck de cruzetas. Criamos um aterro para vencer essa diferença e instalamos o lago ajustado à base da morada, dividido em dois patamares”, explica o paisagista Ricardo Caporossi Jr., da Genesis Ecossistemas, autor do projeto.

A água cristalina deixa observar as carpas koi. “Trata-se de uma variedade mais mansa e adaptada às alterações de temperatura”, ensina Ricardo. Pedras do próprio lote aparecem nas bordas. “Elas também entram como uma das camadas do revestimento interno do lago, composto ainda de manta geotêxtil sobre o solo compactado, manta emborrachada impermeabilizante EP DM, seixos e areia de quartzo autoclavada, limpa de impurezas.” Marco Antonio/Marco Antonio

Vista por todos os lados da construção, a piscina natural de 80 metros quadrados alcança 1 metro de profundidade e abriga carpas e plantas aquáticas como a banana-d’água. “Preferi uma vegetação mais densa a fim de camuflar a fundação de pedra da casa, trazendo profundidade visual.”

Executada pela própria Genesis Ecossistemas, a manutenção mensal inclui podas e controle da saúde dos peixes, além da limpeza do filtro de 0,70 x 1 x 1,10 metro, uma caixa plástica com bomba de sucção contínua escondida embaixo do deck.

Continua após a publicidade

Publicidade