Design: peças cerâmicas trazem a força da natureza à decoração

Inabaláveis como a própria terra, barro, argila e todas as suas variantes seguem seu reinado ancestral como material de arquitetura e de sonhos

Por Liège Copstein Atualizado em 9 set 2021, 12h28 - Publicado em 4 out 2017, 17h30

Mais de nove milênios separam os primeiros tijolos do tempo presente e eles continuam atuais. Propriedades térmicas, acústicas e sustentáveis garantem essa permanência, porém outra característica fala ao coração. Como ignorar a história embutida nesses singelos blocos de argila cozida, testemunho da saga humana em busca de abrigo e conforto?

Obra do estúdio Tropical Space, a casa Termitary House, de 80 m², em Da Nang, Vietnã, simula as construções vazadas erguidas pelos insetos. Faz também um tributo ao tijolo cozido, material utilizado nos templos milenares que são cartão-postal na cidade, as torres Champa. Econômica, a morada custou US $ 22 mil. Divulgação/Divulgação

Baseado na arquitetura vernacular de sua Mumbai natal, o arquiteto Bijoy Jain, do Studio Mumbai, foi buscar em uma antiga técnica indiana do período Munghal o desenho para os tijolinhos arqueados que marcam a coleção Brick Study, do banco  mostrado abaixo.

O banco Brick Study II (55 x 71 x 1,30 cm), de pau-rosa, mármore e tijolinhos de barro, celebra a arquitetura vernacular indiana. Do Studio Mumbai para a galeria Maniera, por € 17 500. Divulgação/Divulgação

“Parecem frágeis”, brinca ele, “mas constroem casas que duram por eras…”. Veja aqui uma seleção de criações igualmente inspiradas.

Continua após a publicidade

Publicidade