Arte de Heloísa Crocco estampa fachada de edifício em Porto Alegre

Novo empreendimento terá brises com obras da renomada designer e artista plástica

Por Por Renato Bianchi Atualizado em 9 set 2021, 13h53 - Publicado em 6 dez 2016, 17h07

Topomorfose é o nome da arte personalíssima criada pela designer e artista plástica Heloísa Crocco, que consiste no corte em topo de madeira. “Através do estudo das linhas da vida da árvore, com sua força essencial e magia, componho os padrões de minha arte com uma infinidade de possibilidades que a natureza oferece, aplicando seus desenhos em diferentes superfícies e suportes, como objetos utilitários, mobiliário e até na moda”, explica.

Arte da designer e artista plástica Heloísa Crocco

A mais recente incorporação da criação de Heloísa são os brises móveis do empreendimento Iguaçu, em Porto Alegre, RS, concebido pelo ateliê de desenvolvimento imobiliário Smart (previsto para estar finalizado em 2019). “O edifício se destaca pela arquitetura silenciosa, de lâminas justapostas que sussurram sua presença”, diz Márcio Carvalho, autor do prédio ao lado de Ricardo Ruschel. Ele se refere especialmente às peças desenvolvidas pela designer exclusivamente para o projeto.

Heloísa Crocco

A proposta de usar obras assinadas, comum no trabalho de grandes arquitetos modernistas, se faz presente neste edifício residencial com 17 unidades localizado em uma praça arborizada. O resultado, segundo Márcio, “é uma fachada viva e dinâmica, na fronteira entre o interior e o exterior, entre a arquitetura e a arte, entre o ancestral e o contemporâneo”. Heloísa se diz honrada por participar da equipe Iguaçu: “Estou acima de tudo estimulada com o desafio de buscar um novo desenho de viver, revelando a luz, os espaços e a interatividade com o morador e com a cidade”. 

Continua após a publicidade

Publicidade