Arquitetos australianos criam casa com pátio aberto à vizinhança

Olhando de fora, parecem casas de vila. Mas trata-se do lar de uma única família que compartilha seu jardim com a rua

Por Texto Amanda Sequin | Fotos Peter Bennetts Atualizado em 9 set 2021, 14h09 - Publicado em 21 dez 2015, 08h00

Nada de falar em cozinha ou banheiro. A primeira conversa do casal australiano com os profissionais do escritório Andrew Maynard Architects tratou de vida, política, caridade e outros temas recorrentes em 2013, ano de eleições no país. A vontade era erguer mais do que uma simples casa: os clientes imaginavam um lugar onde a natureza, a arte e a comunidade pudessem interagir. Com dois filhos pequenos, eles já habitavam o terreno de 500 m² localizado em Alphington, subúrbio de Melbourne. Porém, a residência pedia reforma e ampliação cuidadosas para evitar estranheza entre os elementos antigos e os que estariam por vir. A solução surgiu com uma espécie de vila, onde cada unidade, com seu formato específico, dedica-se a um uso. Muros altos? Nem pensar. A área verde é acessível aos vizinhos, que cultivam ali uma horta conjunta e colocam o papo em dia enquanto cruzam entre uma rua e outra.

Publicidade