Agência ganha ar descontraído com intervenções nas paredes

Projeto corporativo exibe espontaneidade com ilustração e uso pontual de cores

Por Marília Medrado Atualizado em 9 set 2021, 13h03 - Publicado em 25 abr 2017, 16h37

Transformar o espaço de 110 metros quadrados em um ambiente descolado com um orçamento enxuto. Eis a tarefa dada ao Studio Igor Miyahara, que partiu de uma base neutra – e portanto mais econômica – para investir nos detalhes na proposta desta agência de comunicação, localizada em São Paulo. São os complementos que conferem o toque lúdico e criativo ao ambiente.

A intenção fica evidente na parede, com a ilustração monocromática e cheia de informação assinada pela dupla de ilustradores Mulheres Barbadas. O banheiro segue a lógica irreverente: mulheres usam o ambiente verde-limão (ref. R298, Suvinil) e homens, o cor-de-rosa (ref. R227, Suvinil).

À direita, a sala de reunião é limitada por divisórias de vidro temperado simples fixadas em perfil preto. Aletas de aço carbono com pintura eletrostática delimitam a área de circulação e dão certa privacidade ao espaços do sanitário e da copa. Divulgação/imais

Ainda durante a obra, o escritório decidiu retirar o forro de gesso e assumir a estrutura da laje – exceto na sala de reunião para manter o isolamento acústico. O efeito foi dois em um: a estética da agência ganhou um estilo industrial e refletiu uma significativa economia na planilha de orçamento.

Após a retirada da cobertura de gesso, as instalações aparentes e a estrutura da laje ganharam pintura preto fosca. Por norma, as tubulações do sistema de incêndio devem ser marcadas com tinta vermelha. Divulgação/imais
Continua após a publicidade

Publicidade