Aberta à paisagem, casa no sul da Bahia é puro frescor

No terreno com ótima localização, um arquiteto carioca seguiu a tradição construtiva do sul da Bahia e ergueu esta morada perfeita para receber

Por Deborah Apsan (visual) e Ana Weiss (texto) Atualizado em 9 set 2021, 11h36 - Publicado em 1 mar 2018, 10h00

Nos últimos anos, o Outeiro das Brisas se converteu em ponto de atração no litoral baiano. Implantado ao lado da paradisíaca Praia do Espelho, tornou-se uma alternativa também à supervalorizada Trancoso, vizinha próxima. No alto da falésia, mas a uma caminhada de distância das águas cristalinas e quentes do mar da região, o condomínio cresceu repleto de casas de veraneio rústicas e charmosas – e ainda hoje conta com farta vegetação nativa, além de brisa constante.

Evelyn Müller/Divulgação

 

Diante de tantos atributos, o músico e produtor Plinio Profeta nem precisou ver de perto os dois terrenos que lhe foram oferecidos antes de fechar negócio. “Imaginava uma casa térrea, bem simples”, diz o compositor de trilhas sonoras de filmes nacionais, sensível às belezas da terra. “Ele nem chegou a avaliar a topografia”, revela o arquiteto carioca Hélio Pellegrino, chamado a desenvolver o projeto, a quem restou lidar com a diferença de quase 4 m de um lado ao outro dos lotes comprados no papel.

Evelyn Müller/Divulgação
Continua após a publicidade

“E ainda havia o desafio de ficarem abaixo da rua”, continua Hélio. Da solução para tantos desníveis ele traçou esta casa sem pares nos arredores, na qual os 560 m² de solo foram ocupados por blocos autônomos, em versão bem distante da ideia original do proprietário. Além de solucionar o declive, essa opção seduziu de vez o cliente, pois atendeu a um outro desejo dele: receber.

Divulgação/Divulgação

O resultado foi tão animador que Plínio passou boa parte da obra (foram 12 meses) no lugar para garantir o prazo de conclusão e um evento inadiável a ser realizado ali: seu casamento. A festa de união com a estilista Thaysa Jafet inaugurou a casa em grande estilo e, desde então, o refúgio nunca mais ficou vazio. Ora ocupado pelo casal, ora por amigos ou locatários encantados com sua singularidade, perfeitamente sintonizada com o entorno.

Veja mais fotos do projeto na galeria abaixo: 

Continua após a publicidade

Publicidade