Casa Created with Sketch.

Sofás: 5 dúvidas cruciais esclarecidas

Arquitetos e designers de interiores nos ajudaram a desvendar algumas das principais dúvidas que nossos leitores têm sobre sofá. Confira!

abre-preciso-combinar-a-cor-do-sofa-com-os-futons-do-banco

 (/)

1. Como limpar um sofá?

– O aspirador basta no dia a dia, mas nada de dispensar a impermeabilização. “Há dois tipos: aquela que pulveriza o produto no móvel pronto, e a de imersão, em que o tecido é mergulhado na substância hidrorrepelente antes de ser costurado”, diz Claudia Krakowiak Bitran, da KTA. Esse recurso ajuda, porém não é infalível – enxugue prontamente caso deixe cair líquidos como café no estofado e passe detergente ou sabão neutro. 

–  “Para quem tem criança, gosta de pets ou faz muitas festas, indico capas de tecido pré-encolhido, laváveis em casa”, sugere Marcus Ferreira, dono das lojas paulistanas Decameron e Carbono. A mistura de 2/3 de água morna com 1/3 de vinagre de álcool ajuda na remoção de urina de cachorro, como recomenda Regina.

– Em marcas de chocolate, gordura e molho, passe um pano ou toalha limpos e umedecidos em água morna. Se for vinho, esfregue uma pedra de gelo sobre a nódoa.

2. Qual tecido para sofá é resistente à manchas?

– “Sugiro algodão ou linho pré-encolhidos, feitos de fibras e tramas fechadas, que dificultam a penetração da sujeira”, propõe Ana Cláudia Antônio, da Orlean. De acordo com ela, os tecidos sintéticos, a exemplo do corino, são muito práticos na hora da limpeza, porém não tão confortáveis ao tato como os naturais. A dica é escolher o material e providenciar a impermeabilização, serviço oferecido pelas lojas no ato da compra ou por empresas especializadas, que fazem a aplicação em domicílio a qualquer momento.

– Segundo o arquiteto André Bove, do escritório Raduan Arquitetura, essa técnica barra a absorção de líquidos e a impregnação de poeira, preservando a tonalidade original por mais tempo.

– Outra saída é vestir os estofados com capas: se sujarem, basta retirá-las e lavá-las. “As de sarja e lona de linho vão direto à máquina”, afirma Renata Dallari, do Armazem Paludetto. Mesmo assim, fuja do branco! Prefira tons de cinza ou bege, que não destacam demais as manchinhas.

3. Quais os cuidados que devem ser tomados na escolha do sofá-cama?

– Tire as medidas do espaço do cômodo onde o sofá vai ficar e, antes da compra, considere a profundidade do sofá-cama quando aberto para saber se ele cabe no ambiente. 

– Avalie a espuma do estofado. “A densidade mínima indicada é 28”, diz o designer Fernando Jaeger. Em alguns modelos, são usadas ainda percintas (mais resistentes do que as molas) na estrutura, que são tiras largas e elásticas, fixadas com presilhas de aço para sustentar a espuma. “No entanto, para conseguir uma base mais ergonômica, o ideal é usar uma chapa rígida de apoio para a espuma”, completa Fernando.

– Quanto aos mecanismos metálicos de abertura, vale observar se são leves e se as articulações estão bem presas. A maioria das fábricas usa tinta epóxi, que retarda a oxidação das armações. Assim, tecidos em contato com a ferragem não mancham.

4. Como dispor uma manta no sofá?

– Estofados de cor neutra podem receber mantas com estampa e cores fortes. “Um sofá bege, por exemplo, aceita mantas de tons escuros e quentes, como as variações de vermelho”, segundo a decoradora Luciana Penna.

– Já sofás com cor mais forte ou estampas pedem mantas lisas, na opinião do tapeceiro Marcelo Spina. “Um sofá verde escuro fica muito bonito com uma manta na mesma cor em tom mais claro, por exemplo”, diz.

– Considere também o tipo de tecido. “Ele deve ser agradável ao toque e não pode escorregar”, explica Luciana. Prefira as fibras naturais e faça uma arrumação simples: dobre a manta em formato retangular e coloque-a num canto ou no braço do sofá.

5. Quando as salas de estar e a de jantar são integradas, deve-se combinar o tecido do sofá e das cadeiras de jantar?

– Não. “A mistura dá um resultado mais interessante”, acredita a arquiteta Beatrice Goldfeld. Ela só sugere fugir das combinações óbvias, como adotar um motivo bicolor num ambiente e o negativo dele no outro.

– A arquiteta Fernanda Casagrande ensina um jeito fácil de casar os estofamentos: “Selecione uma estampa para as cadeiras, escolha um dos tons dessa estampa e use-o num tecido liso no sofá”, diz. Se você preferir ter o mesmo revestimento nos dois ambientes, varie jogando almofadas de outro pano sobre o sofá.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s