Só em 2016, Plenário do Senado terá banheiros femininos e acessíveis

Descubra como é a reforma nos banheiros do plenário do Senado Federal, em Brasília. Banheiros femininos e acessíveis serão disponíveis

Por Marcel Verrumo Atualizado em 14 dez 2016, 12h56 - Publicado em 7 jan 2016, 17h32
senado

Acredite: até o final de 2015, o plenário do Senado Federal não tinha banheiros femininos e acessíveis a pessoas com deficiência. As senadoras precisavam ir ao sanitário de uma lanchonete próxima. A bancada feminina pressionou e conseguiu uma reforma nos toaletes dos homens próximos à Mesa Diretora. O que antes era um espaço com quatro banheiros masculinos vai resultar em uma área com um sanitário individual masculino e outro feminino. Ele também está sendo adaptado para ser acessado por pessoas com deficiência – essa adaptação fez com que diminuísse o número de sanitários de quatro para dois. Em entrevista ao casa.com.br, o setor de Comunicação da instituição informou que a reforma inclui a retirada das louças sanitárias antigas, substituindo-as por novas. “O projeto prevê, além da complementação de uma alvenaria (com seus revestimentos), a instalação de metais e louças sanitárias, barras de apoio, porta-objetos, ducha higiênica, espelhos e demais acessórios necessários à utilização segura por pessoas com deficiência, de ambas identidades de gênero”, detalharam. O projeto de arquitetura é de autoria da Equipe da Coordenação de Arquitetura do Senado Federal e custou R$ 35,8 mil. Atualmente, dos 81 senadores, 12 são mulheres, 15%.

 

Publicidade