Quarto de bebê cor-de-rosa nunca sai de moda

Clássico, delicado e cor-de-rosa: assim é o quarto da pequena Isabela

Por Texto Carine Savietto e Bárbara Trevisan (Colaboração) | Fotos Zé Gabriel Atualizado em 19 jan 2017, 14h01 - Publicado em 26 set 2013, 19h17
abre-quarto-de-bebe-cor-de-rosa-nunca-sai-de-moda

O apê da contadora Ana Lia e do publicitário Ricardo Almeida, em São Paulo, passava por uma reforma assinada pela arquiteta Gabriela Kalili quando a cegonha anunciou a chegada de Isabela. A pequena, então, ganhou um quarto planejado pela profissional: “Pedimos um espaço que trouxesse paz“, diz Ana Lia.

 

 

 

01-quarto-de-bebe-cor-de-rosa-nunca-sai-de-moda
Continua após a publicidade

– Como a arquiteta já conhecia bem o estilo do casal, não teve dificuldades ao montar o projetinho clássico para a nova integrante da família. “O ponto de partida foi o papel de parede suave, que multiplica a luminosidade no ambiente“, diz Gabriela. 

– Para harmonizar com o gracioso papel – aplicado na parte superior da parede atrás do berço, a 90 cm de altura –, as demais superfícies receberam tinta acrílica off-white, puxando para o creme. A moldura de poliuretano injetado (C&C, R$ 29,90 a barra de 2 m) marca o limite entre os revestimentos.

02-quarto-de-bebe-cor-de-rosa-nunca-sai-de-moda

– Ana Lia não abriu mão do cor-derosa, que dá o ar da graça nos principais acessórios e no enxoval. 

– Como Isabela já completou 2 anos, o berço está prestes a virar minicama, formato que será útil por um ano, no mínimo. “Vai ser bem mais prático fazer apenas essa adaptação do que mudar toda a ambientação“, analisa a arquiteta. 

– O móbile Árvore mescla MDF, tecido e papel (Móbiles e Outras Manufaturas, R$ 156).

03-quarto-de-bebe-cor-de-rosa-nunca-sai-de-moda
Continua após a publicidade

Publicidade