Parede de sala de jantar remete à fachada de edifício

Para relembrar o tempo em que viveu em Boston, o morador deste apartamento utilizou elementos da cidade na sala de jantar.

Por Por Joana L. Baracuhy (texto) | Carolina Diniz (Visual) | Fotos André Fortes Atualizado em 20 dez 2016, 23h00 - Publicado em 2 jul 2013, 20h06
03-parede-de-sala-de-jantar-remete-a-fachada-de-edificio

Chamada para renovar este dúplex em São Paulo, a arquiteta Taís Neiva deu destaque, na sala de jantar, a um elemento afetivo para seu cliente. “Ele viveu em Boston, nos Estados Unidos, e queria algo típico dos prédios de lá”, diz ela, a respeito da parede com acabamento cerâmico que imita tijolinhos. A obra começou pela demolição do guarda-louças e do forro de gesso, elevando o pé-direito a 2,60 m. Depois, um profssional especializado aplicou as plaquetas (0,5 cm de espessura), o rejunte e fnalizou com óleo protetor. A colocação do piso vinílico sobre o granito nivelado levou outros três dias. Terminada a pintura, o marceneiro instalou o bar ao lado da escada. “O trabalho demorou um mês porque esse foi o prazo de entrega do mobiliário e das luminárias”, explica a arquiteta. Tempo de obra: 30 dias.

 

02-parede-de-sala-de-jantar-remete-a-fachada-de-edificio

 

Apoio estratégico: a estante delimita a passagem para a escada

O móvel amarelo de MDF laqueado vai do piso ao teto, mede 1 x 0,45 m e tem nichos que acomodam adega, cafeteira e bebidas. “A ideia era fazer um bar para guardar itens que não coubessem na cozinha, muito compacta”, fala Taís. Vazada e no mesmo alinhamento da parede lateral, a peça desenhada pela arquiteta resguarda sutilmente a escada, sem obstruir a visão.

Continua após a publicidade

01-parede-de-sala-de-jantar-remete-a-fachada-de-edificio

 

04-parede-de-sala-de-jantar-remete-a-fachada-de-edificio

 

Planejamento da obra

05-parede-de-sala-de-jantar-remete-a-fachada-de-edificio

Preços pesquisados em São Paulo em março de 2013.

 

Continua após a publicidade

Publicidade