Dois jardins para um sobrado

Cenas de um jardim: a área da frente acolhe refeições ao ar livre e reuniões, e a de trás é perfeita para descansar

Por Por Eliana Medina, Joana L. Baracuhy e Michelle Grein (assistente) Fotos: Célia Mari Weiss Ilustração: Campoy Estúdio Atualizado em 20 dez 2016, 19h37 - Publicado em 24 abr 2009, 02h23

A memória da jabuticabeira plantada na casa da avó inspirou o proprietário do sobrado a repaginar o jardim. Ele sonhava com um quintal mais fresco e colorido – e chamou a paisagista Claudia Muñoz, de São Paulo, para ajudá-lo na tarefa. Depois de ouvir os desejos do cliente e da mulher dele, Claudia propôs abordagens diferentes para os dois pátios da casa. No primeiro (na frente da construção), prevaleceu a simetria. A vegetação fica em vasos e recebe podas a cada dois meses. “A mesa é perfeita para tomar lanche, fazer reuniões de trabalho. Daí a importância de um aspecto de ordem”, explica a paisagista. No outro, predominou a nostalgia. A maior jabuticabeira que passava pelas portas da casa inaugurou a mudança. “Também fizemos uma bancada para acolher os vasos de flor que a família ganha de presente”, arremata.

Publicidade