Dê uma orquídea de presente e ensine a cuidar da flor

A orquídea é um ótimo presente - ela pode florir sempre se você tiver alguns cuidados.

Por Por Vanessa D'Amaro Atualizado em 20 dez 2016, 19h09 - Publicado em 7 Maio 2010, 18h34

As orquídeas não precisam de muito espaço – o que é uma ótima notícia para quem tem apenas uma pequena varanda. O que a maioria das espécies exige é uma atenção à luminosidade, a umidade do ar e a rega. Como as orquídeas nascem geralmente em troncos de árvores e em cima de pedras, elas não devem ser expostas diretamente a luz do sol. Coloque-as em lugares sombreados. Elas não pedem muita rega, mas precisam estar em espaços úmidos já que sintetizam a umidade do ar. No Brasil, os gêneros de orquídeas mais comuns são as Cattleyas, Oncidiuns e Phaleanopsis. Muitas das orquídeas desses gêneros podem gerar plantas híbridas (mistura de espécies feita em laboratório). De acordo com Júlia Meyer Pflug, orquidófila e responsável pelo Portal da Orquidofilia – espaço no Orquidário Morumby que tem como objetivo o ensinar o cultivo de orquídeas–, as orquídeas híbridas são mais resistentes e fáceis de serem cultivadas. “Em apartamentos, o dono da orquídea deve manter o ambiente com algumas plantas para assegurar a umidade. A lavandeira, por exemplo, é um espaço muito bom para quase todas as espécies”, explica. Júlia, que cultiva orquídeas há nove anos, diz também que decantar a água antes da rega é importante já que esse procedimento permite que o cloro evapore e não prejudique o florescimento da planta. Com esses cuidados, as orquídeas devem florescer uma vez por ano. E você ainda pode multiplicar as suas plantas preferidas fazendo divisão dos bulbos.

Publicidade