Dá para colocar grama por cima de um quintal com cerâmica?

A cerâmica do quintal está impregnada do cheiro de urina dos cachorros e, por isso, a leitora quero trocá-la por grama. Será que pode ser feito? 

Por Da redação Atualizado em 19 jan 2017, 13h52 - Publicado em 14 dez 2013, 15h20
25 Gramado para os pets

A cerâmica do quintal está impregnada do cheiro de urina dos cachorros e, por isso, quero trocá-la por grama. Posso montar o jardim sobre o revestimento ou preciso retirá-lo? Como fazer? Daniela Santos, Pelotas, RS

Será necessário remover as placas, mas, antes de quebrar o piso, cheque a viabilidade de ter um gramado. Se houver lençol freático alto na região, o plano pode dar errado. “Pergunte a um vizinho que possua quintal com terra se o espaço costuma encharcar. Caso a resposta seja positiva, não insista na forração natural, pois a grama será afogada”, avisa a paisagista Daniela Sedo, de São Paulo. Não existindo problemas, vá em frente. “Quebre a cerâmica e o contrapiso e retire parte do solo, que pode conter entulho da construção”, ensina a paisagista carioca Marisa Lima. O ideal é cavar pelo menos 60 cm, já que as raízes são profundas. Em seguida, deve-se impermeabilizar a alvenaria ao redor da futura área verde e, então, preencher o local com terra nova. “Prefira solo vegetal, mais rico em nutrientes”, sugere José Edson Luiz, proprietário da Gramas Trevo, de Itapetininga, SP. Depois de aplainá-lo, cubra-o com um tapete de grama rasteira e regue diariamente durante duas semanas. Passado esse período, molhe a cada três dias – ao final de um mês, a grama deverá estar crescida. Quanto à espécie, Daniela indica a são-carlos, “mais resistente ao pisoteio e à urina dos animais”.

Publicidade