CASACOR MG 2019: Refúgio exalta a relação entre homem e natureza

O projeto de Júnior Piacesi faz um convite à desintoxicação digital por meio da contemplação do verde

Por Evelyn Nogueira Atualizado em 17 fev 2020, 15h51 - Publicado em 9 set 2019, 16h27
Reprodução/Casa.com.br

A 25ª edição da CASACOR Minas Gerais já começou! Até o dia 13 de outubro, 60 ambientes, assinados por 94 profissionais, ocupam o Palácio dos Mangabeiras, local tradicionalmente usado como moradia dos governantes mineiros. Um dos destaques é o Refúgio, projetado por Júnior Piacesi.

Reprodução/Casa.com.br

Em meio a uma floresta de eucaliptos, oloft de estrutura metálica e espelhos foi construído. A área total, de 134 m² preservou a vegetação original e construiu um refúgio de 57 m², interferindo o mínimo possível no entorno.

Reprodução/Casa.com.br

Para acessar o ambiente, uma rampa com guarda-corpo metálico atravessa os eucaliptos. Aqui, a filosofia do slow-living é aplicada de forma elegante. Tons neutros e elementos discretos mantêm a atenção do visitante para o exterior do espaço.

Continua após a publicidade

Reprodução/Casa.com.br

O Refúgio foi pensado para agir como uma desintoxicação digital, através de componentes que conectam o homem com a natureza e com si mesmo. A construção suspensa e a leveza da estrutura ajudam a tornar esse sentimento ainda mais intenso.

Reprodução/Casa.com.br

A iluminação natural toma conta do local, graças aos fechamentos transparentes e as clarabóias. A integração de cozinha, sala, closet, banheiro e espaço de meditação trazem a sensação de unidade, completada pelo mobiliário branco.

Continua após a publicidade

Publicidade