Arquiteto projeta torres feitas de fungos e bactérias para Marte

Proposta do espanhol Alberto Villanueva, o Mars Utopia pretende tornar a atmosfera marciana parecida com a da Terra

Por Texto: Gabriela Domingues Fachin Atualizado em 14 dez 2016, 11h13 - Publicado em 7 jan 2016, 18h03
03-arquiteto-projeta-torres-feitas-de-fungos-e-bacterias-para-marte

Será que um dia a humanidade poderá habitar outros planetas? Apostando que sim, o arquiteto espanhol Alberto Villanueva criou um conceito de torres feitas de elementos orgânicos para tornar a atmosfera de Marte parecida com a da Terra.

02-arquiteto-projeta-torres-feitas-de-fungos-e-bacterias-para-marte

Chamado de Mars Utopia, o projeto prevê que as torres serão erguidas por impressoras 3D com a água congelada e o solo marcianos — Villanueva ficou empolgado com a descoberta de água no planeta vermelho. Depois de seis meses, a estrutura se desintegraria e seria substituída por outra, impressa com fungos e bactérias, que consomem a água e convertem o dióxido de carbono em oxigênio. Assim, a atmosfera se tornaria respirável. Como é feita de elementos vivos, a torre desaparece depois de cinco anos.

Apesar de ter sido proposto para outro planeta, o projeto surgiu pensando em um problema terráqueo: o crescimento da população. Pelo menos 30 por cento dos territórios da Terra ficam em ambientes extremos e Villanueva queria pensar em novas maneiras de construir nessas áreas. O arquiteto acabou escolhendo Marte como o lugar mais desafiador e pretende testar o Mars Utopia no Havaí e na Austrália.

Continua após a publicidade

Publicidade