Apaixone-se pelas suculentas

Ornamentais, estas plantinhas típicas do deserto são capazes de transformar qualquer canteiro num universo de formas e texturas

Por Da redação Atualizado em 20 dez 2016, 15h38 - Publicado em 17 nov 2006, 20h14

E, o melhor de tudo, pedem poucos cuidados: bastam doses caprichadas de sol

 Um título para uma foto sem titulo  Nome popular: dedinho-de-moçaNome científico: Sedum pachyphyllum  Nome popular: rosa-de-pedraNome científico: Echeveria elegans  Nome popular: colar-de-pérolasNome científico: Senecio rowleyanus

Origem: regiões desérticas da África e América

Características: plantas resistentes, o nome suculenta vem da capacidade de absorver e armazenar água nas folhas, caules, troncos e raízes.

Cuidados: regue apenas uma vez por semana e não deixe pratinhos sob o vaso, pois o excesso de água favorece o apodrecimento das plantas. As suculentas precisam de solos bem drenados, por isso confira se o vaso que receberá a muda tem um canal de saída para a água. Ponha uma camada de argila expandida (cerca de 5 cm de altura) ou de cacos cerâmicos e cubra com manta de drenagem para impedir que a terra feche o orifício. Acrescente uma mistura de areia, terra e adubo orgânico (1:1:1) e enterre o torrão da planta. A ausência de luz natural também é prejudicial. Elas precisam de, no mínimo, quatro horas diárias de sol. Dispensam poda, mas admitem a admitem a retirada dos brotos em excesso, que poderão ser facilmente transplantados para outro recipiente. No preparo inicial do solo, prefira produtos orgânicos ricos em nutrientes, como torta de mamona e húmus de minhoca. Previna-se de possíveis pragas preparando uma receita com 100 g de fumo de corda fervido em 1 litro de água. Coe o líquido, reserve por dois dias e pulverize a planta a cada três meses.

Floração: quase todas as espécies florescem

Ambiente: seco e ensolarado

Continua após a publicidade

Publicidade