5 dicas para deixar seu jardim mais bonito

A florista Helena Lunardelli dá lições simples e certeiras para quem quer deixar as flores ainda mais bonitas dentro de casa. Não há como errar, é só querer e se aventurar.

Por Da redação Atualizado em 15 dez 2016, 12h43 - Publicado em 17 dez 2013, 19h45
abre-dicas-para-deixar-seu-jardim-mais-bonito

 

 

Escolha o recipiente de que mais gosta.

Além de vasos, jarros e garrafas acolhem de bom grado um belo buquê. “O ideal é que tenham no máximo 15 cm de diâmetro e 30 cm de altura”, recomenda Helena. O local onde será colocado também conta.  Não deve atrapalhar a visão ou a passagem das pessoas, certo?

É chegada a hora de comprar a flores.

“Elas são como frutas e verduras. Devem ter bom cheiro, textura firme e cor opaca, pois as brilhantes nem sempre estão saudáveis”, explica a florista. Prefira os botões, que, além de durarem mais, facilitam a montagem do arranjo por serem pequenos. Com relação à cor, a dica é escolher apenas um tom e duas ou três espécies de fores – ao diminuir os itens da mistura, aumentam as chances de uma composição elegante. “Evite as folhagens e caules robustos. Eles exigem mais habilidade de manuseio.”

Continua após a publicidade

Preencha o vão com 1/3 ou a metade de água.

“Quanto mais o caule tem contato com a água, mais facilmente ele apodrece.” Retire todas as folhas que estão dentro do recipiente para não atrair bactérias.

Core a ponta dos caules em ângulo de 45 graus.

Isso aumenta a superfície de contato e os faz absorver melhor o líquido. “Para calcular a altura certa do corte, leve em conta que as fores devem ter no máximo meia altura a mais do que o vaso. Se ele tem 50 cm, a flor deve ter 75 cm”, ensina ela.

Inicie a montagem pelas flores maiores.

Entre o lírio e a rosa, por exemplo, comece pelo lírio. “A quantidade deve ser em número ímpar para criar harmonia estética.” Quando perceber que as flores estão começando a esmagar as pétalas umas das outras, é o momento de parar. “Com o arranjo pronto, troque a água a cada dois dias quando o vaso deve ser lavado”, aconselha Helena. Por fim, não esqueça: arranjos forais não gostam de luz direta e tampouco de ar condicionado muito frio.

 

Continua após a publicidade

Publicidade