Sesc Paulista recebe exposição gratuita de Sebastião Salgado

O maior garimpo a céu aberto do mundo, na Amazônia Paraense, vira destaque na Av. Paulista

Por Catraca Livre Atualizado em 17 fev 2020, 15h58 - Publicado em 1 ago 2019, 10h00
Sebastião Salgado captou de forma única cenas da maior mina de ouro a céu aberto do mundo! Sebastião Salgado/Catraca Livre

Pelas lentes de Sebastião Salgado, a exposição “Gold – Mina de Ouro Serra Pelada” nos leva para os anos 1980, no maior garimpo a céu aberto do mundo, na região da Amazônia Paraense.

Sobre a mina, Sebastião Salgado disse: “O que dizer desse metal amarelo e opaco que leva homens a abandonar seus lares, vender seus pertences e cruzar um continente, a fim de arriscar suas vidas, seus corpos e sua sanidade por causa de um sonho?” Sebastião Salgado/Catraca Livre

Em mais de cinquenta fotos, a mostra revela o cotidiano da Mina de Ouro Serra Pelada, de onde foram extraídas toneladas de ouro em mais de uma década de exploração.

A opção pelo preto e branco marca um retorno à fotografia monocromática, seguindo uma tradição de nomes como Edward Weston, George Brassaï, Robert Capa e Henri Cartier-Bresson, que definiram o início e o meio do século XX Sebastião Salgado/Catraca Livre

O olhar de Sebastião Salgado, faz o visitante percorrer a realidade da jazida, os trabalhadores em atividade, as condições precárias, e a “febre do ouro” que reuniu cerca de 50 mil garimpeiros no auge do período de extração.

Para ler a matéria completa da Catraca Livre, clique aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade