Sim! Preto está na moda e sua parede agradece

Várias mostras de decoração brasileiras apresentaram, em 2008, ambientes que utilizam a cor preta nas paredes e no teto. Se os maiores arquitetos e decoradores do país utilizaram esse recurso, você também pode e deve abusar do pretinho básico.

Por Natália Garcia

Um movimento que surgiu no fim do ano passado chamado "Google Black" apresentava a interface do famoso buscador da internet com o fundo preto e sugeria que os usuários de computador fizessem os mesmo com os outros softwares que utilizavam. A idéia lá era economizar energia. Mas segundo a presidente do Comitê Brasileiro de Cores, Elizabeth Wey, quando pensamos em decoração, o efeito da cor preta é de ausência de forma, anulação dos ângulos. "Não é à toa que o preto emagrece", explica. Nos fundos dos palcos de teatro, 90% do cenário costuma ser preto para que os artistas e as vestimentas se sobressaiam. Mas como usar o preto na sua casa? Com parcimônia, sem excesso, segundo o arquiteto membro do Study Group on Enviromental Color Design da Internacional Colour Association, João Carlos César.

O arquiteto Ricardo Caminada aconselha que paredes pretas sejam combinadas com cores mais claras no piso ou com mobiliário colorido. Também adepto do contraste, o arquiteto Francisco Cálio aconselha que as paredes não sejam pintadas de preto, mas de tons de grafite bem escuro, para diminuir o choque. E, na hora de comprar, muita atenção: de acordo com Elizabeth Wey, existem mais de 100 tonalidades diferentes da cor preta.

Acha que preto não combina com você?

Divulgação
O designer de interiores
O designer de interiores Moreno escolheu um cinza bem escuro esverdeado (e não um preto, efetivamente) para manter a luminosidade desta sala. O objetivo do arquiteto era criar um ambiente masculino e destacar o piso de porcelanato. (link para a matéria do Dossiê cores de A&C).
.
Fechar

Curta o CASA.COM.BR no Facebook